Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#throwbackthursday at TOM'S DINER

by perplex3r, em 20.04.17

Source - media.npr.org

Português / Portuguese
Tardes que são passadas nos cafés a estudar, a ver o tempo passar, a ler ou a ouvir música. Naqueles momentos solitários, observamos as mesas à nossa volta, enquanto acendemos um cigarro e sentimos o primeiro travo do café. Temos a nossa mesa com os nossos telemóveis, um livro e os headphones que vamos usar daqui a nada ... entretanto, entram alguns casais, uns felizes, outros abandonados à sua resiliação de namoro prolongado. O senhor mais idoso escreve no seu tablet alguns emails de trabalho, dois senhores de fato preto discutem as notícias, enquanto que a rapariga de cerca de 20 anos fala bem alto ao telemóvel... temos, assim, num só espaço de convívio, um mundo de experiências, corações, amores e vidas.
É nessa mescla de vidas entrelaçadas num café que reside a beleza da simplicidade na letra de Tom's Diner, que podemos muito bem substituir Tom por qualquer espaço que vamos, todos os dias, tomar o nosso pequeno almoço. Originalmente editado por Suzanne Vega em 1982 é o tema de abertura do álbum Solitude Standing (1987), que incluí o aclamado single, embora com uma história bem triste, Luka. Curiosidade de Tom's Diner é que foi remisturado em estilo próprio pelos britânicos D.N.A que editaram o single sem autorização de Vega, tal como acontecia nos finais dos anos 80 em que o hábito de usar samples sem autorização era bastante comum, de forma a oferecer temas conhecidos, mas mais apropriados à club culture que se inciava, por exemplo Black Box com Ride on Time, que samplam Lolleatta Holloway. Após acordo,e com o próprio consentimento de Vega, o single chega ao número 2 da UK Singles Chart, tendo, já sido usado por Giorgio Moroder com Britney Spears, Timbaland e até mesmo a cantora r'n'b Aaliyah com Hot Like Fire e pelo português David Carreira e Bingo Players pela Spinnin' Records.
Em suma, podemos observar e aprender com os outros que estão á nossa volta no ______ (preencher com o teu lugar favorito. Talvez nos iremos inspirar pelas atitudes dos outros ou então continuar a acreditar que estamos no bom caminho.


English / Inglês
Afternoons spent at the cafés studying, watching the time go by, reading or listening to music. In those lonely moments, we saw the tables around us, lit a cigarette, and felt the first taste of coffee. We have our desk with our mobile phones, a book and the headphones that we are about to use ... however, some couples enter, some happy, others abandoned to their long-term relationship. The old man writes in his tablet some work e-mails, two guys wearing black suits discuss the news, while the 20-year-old girl speaks very loudly on the  phone ... therefore we have in a single place, a world of experiences, hearts, loves and lives.
It is in this blend of lives intertwined in a cafe that lies the beauty of simplicity in the lyrics of Tom's Diner that we can nicely replace Tom to whatever we go everyday to have our breakfast. Originally released by Suzanne Vega in 1982 it is the opening theme of the album Solitude Standing (1987), which included the acclaimed single, although with a very sad story, Luka. Curious fact about Tom's Diner is that it was remixed in its own style by the British duo DNA who released  the single without Vega's permission, as it was common in the late 1980s, as it was quite common to use samples without the authour's permission, in order to offer well-known songs , but more appropriate for the culture of the club that has started, for example Black Box with Ride on Time, who sampled Lolleatta's Holloway voice. After getting into an agreement, and with Vega's consent, the single arrives at number 2 of the UK Singles Chart, having already been used by Giorgio Moroder with Britney Spears, Timbaland and even the singer r'n'b Aaliyah with Hot Like Fire and by the Portuguese David Carreira and Bingo Players on  Spinnin 'Records.
To sum up, we can observe and learn from others around at ______ (fill in with your favorite place). Maybe we are about ot be inspired by the attitudes of others or continue to believe that we are on the right path.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

WHAT IS LOVE ... the eternal question!

by perplex3r, em 05.04.17



Português / Portuguese 
What is Love é, provavelmente, a questão que percorre várias páginas dos nossos livros, às vezes em capítulos pequenos ou extensos, por vezes bem alegres ou tristes ... afinal, tantos anos depois, podemos ainda e sempre (?) questionar o que é o Amor, ou não? Desde os momentos em que nos apaixonámos e roubámos um beijo pela primeira vez no jardim de infância, sem saber muito bem o que eram aquelas borboletas na barriga à altura, bem mais tarde, em que as mesmas se juntam à admiração, ao desejo do corpo, à construção de uma relação (seja ela do tipo que for).
Em 1993, na versão eurodance de Haddaway tivémos a hipótese de perguntar com uma certa alegria mas agora Lost Frequencies revisita o tema de forma bem mais introspectiva, tornando o single do álbum Less is More ajustado para os fins de tarde um pouco mais quentes em que percorremos, sozinhos, os vários quilómetros dos passadiços das praias de Gaia e vamos, pontualmente, vendo caras alegres, cansadas e sorridentes. Existem ainda remisturas de Demitri Vegas e Like Mike, que são apenas próprias para festas EDM, de Rose (adicionada à playlist do Spotify) e Zonderling em que ambas adicionam um feeling bem mais próximo de classic house, fazendo com que estas questões filosóficas se tornem bem mais aprazivéis com um Martini Bianco bem gelado e amigos à nossa volta.
O vídeo, esse, mostra o amor que temos pelo desporto e por aqueles que estão ao nosso lado sempre que algo corre menos bem e que nos fazem, de uma certa forma, encontrar algumas respostas possíveis para esta pergunta. Por isso, 23 anos após a edição da primeira versão, mesmo com outra mistura electrónica e dançável, ainda estamos baralhados com todos os caminhos que esta pergunta nos leva ... Assim, só nos resta percorrer um por um com esta música, em busca de uma (qualquer) conclusão. Podes ouvir, já na playlist do blog!

English / Inglês
What is Love is probably the question that goes through several pages of our books, sometimes in short or long chapters, sometimes very happy or sad ... after all, so many years later, we can still and always (?) question what love is, can't we? From the moments when we fell in love and stole a kiss for the first time in the kindergarten, not knowing very well what those butterflies in the belly meant to the the time,years later, when they join the admiration, the desire of the body, the conception of a relationship (whatever it may be).
In 1993, in the eurodance version by Haddaway we had the chance to ask with some joy but now Lost Frequencies revisits the theme in a much more introspective way, making the single from the album Less is More tuned for little warmer afternoons when we travel, alone, through the several kilometers of the walkways on the beaches of Gaia and we, once in a while, see joyful, tired and smiling faces. There are also remixes of Demitri Vegas and Like Mike, which are just suitable for EDM parties, by Rose (added to the Spotify playlist) and Zonderling in which both add a feeling much closer to classic house, making these philosophical questions become much more enjoyable with a chilled Martini Bianco and friends around us.
The video shows the love we have for sports and those who are by our side whenever something goes wrong and that lead us, in a way, to find some possible answers to this question. So, 23 years after the release of the first version, even with another electronic and danceable mixture, we are still shuffled with all the paths that this question takes us ... So, we only have to go one by one with this song, in search of a(ny) conclusion!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

have fun with the Ironik Tiny Dancer!

by perplex3r, em 19.05.09


(Português/Portuguese)

A vida, por vezes, convém que não seja perfeita ou, até mesmo, cheia de estilo. Assim, podemos sempre ouvir, dizer e vestir o que nos apetecer naqueles dias em colocamos sem segundo plano tudo e todos.
No que se refere à música, o mesmo se aplica! Elton John, o senhor da música pop das últimas décadas, permitiu que Tiny Dancer (single de 1972 ) fosse apresentado às novas gerações por Ironik e Chipmunk. Ora, a versão original de 2009 é um tanto ao quanto capaz de encher uma festa colorida de liceu, enquanto a remistura de D’Cruz e Paul Emanuel (que já remisturou Late Night Alumni), pelo menos, tem a decência de alegrar quem anda deprimido.
Por isso, e só por isso mesmo, o novo pequeno bailarino (Tiny Dancer) é apresentado aqui…ou não estivéssemos todos já a contar os dias para o fim-de-semana e a precisar de um sing-a-long divertido e (um pouco) libidinoso! Libidinoso?
A explicação está no vídeo!

(English/Inglês)
Sometimes, life shouldn’t be perfect or stylish. Thus, we can always listen, say and wear what we want and put everything and everyone in second place. As far music is concerned, the same thing is applied! Elton John, the pop Sir of the last decades, allowed Tiny Dancer to be introduced to new generations by Ironik and Chipmunk. However, the original 2009 version is capable of filling a colorful high school party, while the remix by D’Cruz and Paul Emanuel (who already remixed Late Night Alumni ) have the decency of cheering up those who feel depressed.
For that reason, and only because of that, the new Tiny Dancer is featured here…as we are all counting down the days for the weekend we all need a funny and (a little bit) libidinous sing-a-long! Libidinous? The explanation is in the video!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fall In Love ... Right In The Night!

by perplex3r, em 14.07.08

(Português/Portuguese)

Esqueçam o preconceito e tudo o que se lembravam da menina loira oriunda da Dinamarca, incluindo aquele eurotrash Saturday Night (e já agora, não me crucifiquem por este post!).
Right In The Night (Fall In Love With Music) é um clássico de dança na voz da fabulosa britânica Plavka e produzido não pelos menos conhecidos alemães Jam & Spoon em 1994 e que atingiu o topo de vendas de singles um pouco por toda a Europa.
Em 2008, e diria pela primeira vez, Whigfield conseguiu obter alguma credibilidade ao oferecer este cover fabuloso de Right In The Night em versão electronicamente mais deep e própria para qualquer club, um single que contem 7 remisturas, sendo de realçar a versão do álbum, que pode muito bem ser incluída numa compilação chillout e, claro está, a versão do vídeo remisturada por Favretto e Battini e o remix de F & A.
Em suma, esqueçam os Dabba Da Dam e aquelas coreografias do Verão 94 e vejam um vídeo fabuloso que acompanha a edição do single…talvez seja mais uma melodia para ouvir durante o pôr-do-sol.

 

(English/Inglês)

Forget all the prejudices and all the things you remember about the Danish blond girl, including the eurotrash Saturday Night (and of course, do not crucify me for this post!).
Right In The Night (Fall In Love With Music) is a dance classic in the voice of the fantastic British singer Plavka and produced by the well known German duo Jam & Spoon in 1994, and got into the sales charts all around Europe.
In 2008 and for the first time I have to say, Whigfield obtained some credibility offering the fabulous cover of Right In The Night in an electronica sound, more deep and suitable for every club, in a 7 mix package. One should pay attention to the album version, which could be included in chillout compilations and, of course, the video version remixed Favretto and Battini and the F & A remixes.
To sum up, forget all the Dabba Da Dam and all dance moves from the 94 Summer and watch the fabulous video that comes along with the single release….perhaps it’s another melody to listen to during the sunset.
 Right In The Night (Favretto & Battini Remix Radio Edit)

Autoria e outros dados (tags, etc)

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


back to music & Spotify

Subscreve/Subscribe Playlist

Back to Music,Love & Lifestyle on Spotify!


Thank You's

 

Sapo Destaques - 27.04.17

Sapo Destaques - 16.04.17

 

 





subscrever feeds