Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



(k7 sounds) ... fitas com história(s)!

by perplex3r, em 12.03.21

K7 Sounds

Português/Portuguese

Lou Ottens (1926-2021), faleceu esta semana. O inventor da cassete é culpado pelo esbanjar de mesadas em fitas cheias de música alegre, triste, com mais ou menos qualidade (se olharmos para essas edições aos olhos de hoje), que serviram para abrilhantar as festas de garagem, as caminhadas com o nosso walkman, as viagens longas até ao Algarve e, mais que isso, levou gerações a perderem horas infindáveis a gravar aquelas MixTapes especialmente concebidas para os nossos amigos. Depois, com todo aquele orgulho visível nos nossos olhos, entregávamos a playlist escrita à mão e, com um grande sorriso, dizíamos: Gravei a pensar em ti!

Anos volvidos, e saudosismos à parte, o Lado A sempre se sobrepôs ao Lado B destas compilações. Todos sabemos que as melhores canções (ou aquelas que gostamos mais) estão logo no início da fita. Talvez por isso, quando construímos uma compilação, a nossa criatividade, bom gosto, esforço e empenho se vão atenuando ao longo da longa fita de 30 minutos ... às vezes queremos apenas preencher aqueles minutos finais só para, imagine-se, não ficarmos com a sensação de que nada fizemos ou dissémos...é para isso que serve o Lado B?

Ainda continuamos a gravar histórias em fitas que se vão partindo, colando e, por vezes, deteorando com o tempo, mas como estamos no melhor dia da semana, não podemos terminar como se estivéssemos com as pilhas Duracell no fim e a nossa festa a terminar...Afinal de contas, podemos sempre fazer rewind e gravar por cima, não é verdade? Uma coisa é certa, não podemos é estar em pause até que aquela música que nos enche o coração passe na rádio para a gravarmos religiosamente ... Levanta-te, escolhe a tua bebida favorita e press play ... hoje vais viajar no tempo a sorrir!
Happy Friday! 

 

English/Inglês

Lou Ottens (1926-2021), passed away this week. The inventor of the cassette is to blame for the waste of pocket money on tapes full of happy or sad music, with more or less quality (if we look at these editions in the eyes of today), which were used to brighten up garage parties, walks with our walkman, long trips to the Algarve and, above that, it led us losing endless hours recording those MixTapes specially for our friends. Then, with all that pride visible in our eyes, we handed out a handwritten playlist and, with a big smile, we said: I recorded this tape thinking about you!

Years later, and nostalgia aside, Side A has always overlapped Side B of these compilations. We all know that the best songs (or the ones we like the most) are right at the beginning of the tape. Maybe that's why, when we build a compilation, our creativity, good taste, effort and commitment are attenuated over the long 30-minute tape ... sometimes we just want to fill those final minutes just to, imagine, not to get the feeling that we didn't do or say anything ... is that what Side B is for?

We still continue to record stories on tapes that break, glue back together and sometimes degrade over time, but as we are on the best day of the week, we cannot end as if we were with the Duracell batteries at the end and our party ending ... After all, we can always rewind and record all over again, right? One thing is for sure, we cannot be on pause until that song that fills our hearts is played on the radio for us to record it religiously ... Get up, choose your favorite drink and press play ... today you will travel back in time smiling!

Happy Friday! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 18:44

mix it ... vá lá, é sexta!

by perplex3r, em 19.02.21

 

not everybody understands house music
it's a spiritual thing, a body thing,
a soul thing

Eddie Amador, House Music (1997)

 




Português/Portuguese

Uma semana pesada de trabalho, em que a vida só passa perante um ecrã que muda de imagens entre contas Teams, Google e Sapo. Uma semana de trabalho em que as passwords se misturam, as imagens se fundem numa mescla de ficheiros e as palavras deixam de fazer sentido ao fim da tarde ... por isso, as conversas às 20 horas não fazem sentido algum. E a uma sexta-feira, poderão elas ser necessárias? Não parece que sejam!

Num dos dias menos alegres, redescobrimos a versão de um CD-R bem velhinho com o som que uma rádio de Lisboa se fazia conhecer no Porto. Talvez por isso, o som desta semana tivesse um travo de revivalismo, por entre discotecas como o SoundPlanet, Rocks ou até mesmo, 8 Graus Oeste na Veneza Portuguesa e a extinta Elektro Parade do Porto. Será este cenário que serve de abertura a uma compilação com 21 anos mas que contém o que de melhor (ou não) se fez num ano de música prontinha para martelar as pistas de dança, alcançar as tabelas de vendas e se tornarem clássicos. Exemplos? Não faltam ... Rui da Silva, com Touch me (nº1 no Reino Unido), Celeda com o som repetitivo e viciante de Underground, Deep Dish e Everything but the Girl, Da Hool e Funkstar Deluxe com Grace Jones e Barry White....

Não precisamos de muitas explicações, porque uma sexta com o tema "Do you remember?", só necessita de uma boa coluna no volume acima do aceitável, para acreditarmos que, em breve, uma extended version do nosso hit favorito irá estar prontinha para aquecer um dancefloor que, há um ano, nos espera .... ansiosamente! Por agora, afasta a mobília da sala e ...

Now let me see you work (esse corpinho que esteve sentado o dia todo!)
Celeda, Undergound (Addictive Trip Mix)

 

Inglês/English

A heavy week of work, in which life only passes in front of a screen that changes images between Teams, Google and Sapo accounts. A work week in which passwords are mixed, images are merged into a mixture of files and words no longer make sense in the late afternoon ... so conversations at 8 pm make no sense. And on a Friday, could they be necessary? It doesn't look like they are!

On one of the less joyful days, we rediscovered the version of a very old CD-R with the sound from a Lisbon radio which was becoming known in Porto. Perhaps this is why this week's sound had a touch of revival, among clubs such as SoundPlanet, Rocks or even, 8 Graus Oeste(1) in Portuguese Venice(2) and the extinct Elektro Parade in Porto. It will be this scenario that opens a 21-year-old compilation but that contains the best (or not) made in a year of music ready to bump the dancefloors, reach the sales charts and become classics. Examples? There are a lot  ... Rui da Silva, with Touch me (No. 1 in the UK), Celeda with the repetitive and addictive sound of Underground, Deep Dish and Everything but the Girl, Da Hool and Funkstar Deluxe with Grace Jones and Barry White....

We don't need many explanations, because a Friday with the theme "Do you remember?",  just needs a good speaker in highest volume acceptable, to believe that, soon, an extended version of our favorite hit will be ready to warm up a dancefloor that has been waiting for us for a year ... eagerly! NOw, make room in your living room and ...

Now let me see you work (that body that spent the whole sitting on the sofa)
Celeda, Undergound (Addictive Trip Mix)

(Translations notes: 1 SoundPlanet, Rocks and 8 Graus Oeste were clubs in Porto and Aveiro. 2 Portuguese Venice -  nickname given to the city of Aveiro due to its cannals)

 

Dedicado a / Dedicated to: Mónica, David, Gaby, Sara e Anabela  (for all the crazy nights at these clubs and parties ... will we have more, soon? I do believe so!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 18:49

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


text me

back to music & Spotify

Subscreve/Subscribe Playlist

Back to Music,Love & Lifestyle on Spotify!




Blogs Portugal

Thank You's

 

Sapo Destaques - 27.04.17

Sapo Destaques - 16.04.17

 

 




Tradutor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.