Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Alphawezen

Português/Portuguese
Os dias estão num misto de cinzento e azul claro, recortados por raios de sol amarelos e quentes que alegram a vista, tornam os dias mais suportáveis e, sem sombra de dúvida, cheios de esperança.

Alphawezen, banda alemã composta por Asu Yalcindag e Ernst Wawra, trazem esta luz com Gai Soleil, retirado do álbum L'après-midi d'un Microphone (reeditado em 2017 em streaming com uma completa listagem de remisturas). Luz essa cheia de sensualidade, de questões ininterruptas. Vagueamos mentalmente pelas praias que nos satisfazem no verão, tal como fizemos durante as paixões arrebatadoras que fomos tendo ao longo dos anos (ou dias ... não interessa; o tempo é uma mera invenção humana) e nos faziam crescer enquanto acreditávamos que nos estavam a destruir quando terminavam.  Tal como o mar, recolhemos para reflectir e observamos cada bocadinho do nosso ser para, depois, voltarmos com toda a força chegando a criar marés vivas, ondas gigantes, remoinhos de coisas boas ou más, mas que não são mais do que momentos de aprendizagem.

Gai Soleil, nesta edição, tem duas remisturas de Terry lee Brown Junior que nos fazem levantar o pé e começar a dançar pelas areias ainda frias da Primavera. Vão criar um momento em que o nosso eu se encontra com o seu mar interior, vai fazer reflectir sobre cada momento que temos ou tivemos a dois mas, acima de tudo .... vai trazer um grande raio de sol na nossa vida que se vai encontrar com novos desafios quando bater, suavemente, numa nova costa de areias brancas.

 

Inglês/English

The days are in a mix of gray and light blue, cut out by hot and sought after rays of light that brighten the view, make the days more bearable and, without a doubt, full of hope.

Alphawezen, a German band composed of Asu Yalcindag and Ernst Wawra, bring this light with Gai Soleil, taken from the album L'après-midi d'un Microphone (reissued in 2017 in streaming with a complete list of remixes). This light is full of sensuality, of uninterrupted questions. We wander mentally along the beaches that satisfy us in the summer, just as we did during the overwhelming passions that we have had over the years (or days ... it doesn't matter; time is a mere human invention) and made us grow while we believed they were there to destroy us when they finished. Like the sea, we gather to reflect and observe every little bit of our being so that, afterwards, we return with all our strength, creating lively tides, giant waves, swirls of good or bad things, but which are nothing more than moments of learning. 

Gai Soleil, in this edition, has two remixes by Terry Lee Brown Junior that make us lift our feet and start dancing through the cold sands of Spring. They will create a moment in which we meet our inner seas, it will make us reflect on every moment we have or had as a couple but, above all ... it will bring a great ray of sunshine in our life and encounter new challenges when it hits a new shore of white sands.

Dis-moi, gai soleil
Pourquoi cet eternel va-et-vient?
Encore une larme sur tes rivages
Car du font des mes abimes
Je rêve d'une calme fontaine
Claire, faible et apaisante
Dis-moi, gai soleil
Pourquoi cet eternel va-et-vient?

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 19:14

 

 

Ruhe
Das höchste Glück auf Erden
Kommt sehr oft nur durch Einsamkeit in das Herz
 

 

Português/Portuguese
Numa sexta-feira, outrora movimentada de carros, luzes vermelhas, verdes e amarelas, entrecortadas pela chuva, de correrias, de vozes no metro e de telefonemas a alto e bom som pela avenida, tudo em busca do início de uma happy hour pela baixa, fugíamos todos a momentos de silêncio (Ruhe) em busca de experiências que borbulhavam som.
Hoje, num dia frio de Fevereiro, buscamos um silêncio recortado de melodias que não sejam eufóricas, mas que não sejam demasiado introspectivas para este nosso confinamento. Como resolver esta dualidade? 
Não será a lermos Johann Christoph Friedrich von Schiller, que o iremos conseguir. Mas a ouvirmos a banda electrónica que partilha o seu sobrenome. Com uma carreira que iniciou no final do milénio, e com mais de 7 milhões de álbuns vendidos (bilingues), duetos com Sarah Brightman, Nadia Ali, Kim Sanders, Mike Oldfield, entre outros, temos uma fusão de classicismo e sons electrónicos e tecnologias, numa amálgama de emoções sonoras.
Symphonia é isso mesmo, pois nunca nos faz resvalar em emoções interiores demasiado pessimistas e, simultaneamente, não cria a euforia necessária que nos faria querer abrir a porta de casa, apesar de oferecer crescendos emotivos, em pouco mais de uma hora (Ah, e não saber Alemão não implica em nada não querer desbravar caminhos por estes sons sentados no sofá)
Freitag ... uma garrafa de vinho tinto, as portadas abertas para ver a chuva a bater nas janelas, Symphonia de fundo e ____________ (preencher com o que mais te faz falta numa noite relaxante). 

Inglês/English
On a Friday, once bustling with cars, red, green and yellow lights, interrupted by rain, rushing, voices in the metro and loud calls on the avenue, all in search of the beginning of a happy hour downtown , we all ran away from moments of silence (Ruhe) in search of experiences that bubbled sound.
Today, on a cold February evening, we seek a silence cut out of melodies that are not euphoric, but that are not too introspective for our confinement. How to resolve this duality?
Reading Johann Christoph Friedrich von Schiller, will not be the answer. But listening to the electronic band that shares his surname. With a career that started at the end of the millennium, and with more than 7 million (bilingual) albums sold, duets with Sarah Brightman, Nadia Ali, Kim Sanders, Mike Oldfield, among others, we have a fusion of classicism and electronic sounds and technologies, in an amalgamation of sonorous emotions.
Symphonia is just that, because it never makes us slip into overly pessimistic inner emotions and, at the same time, it does not create the necessary euphoria that would make us want to open the door of our home, despite offering emotional growth, in just over an hour (Ah, and not knowing German does not imply that you do not want to open paths through these sounds sitting on the sofa).
Freitag ... a bottle of red wine, the shutters wide open to see the rain hitting the windows, Symphonia in the background and ____________ (fill in with what you miss most on a relaxing night).

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 19:35

IN THIS GAME of love!

by perplex3r, em 17.04.17

Source: nature-one.dePortuguês / Portuguese
Neste jogo que é a vida, seja ela sozinhos, com alguém que amamos, não apenas por paixão, mas também em relações de amizade, achamos que apostamos em pessoas, que apostamos o que podemos ser e, muitas vezes, tal como num jogo the slot machines, apostamos pouco com a esperança de sairmos a ganhar milhões. Afinal, há um certo nervosismo miudínho que nos faz acreditar nessa probabilidade.
Foi exatamente isto que aconteceu ao alemão Fritzt Kalkbrenner, conseguiu um feito único, juntamente com os seu irmão Paul Kalkbrener. Ambos tiveram o seu primeiro breakthrough com o tema incluído no filme Berlin Calling denominado Sky & Sand (incluída na Playlist do Blog) que esteve 129 semanas dentro da German singles charts.Tal como em todos os caminhos que temos que seguir no nosso dia a dia,  após esse sucesso, ambos seguiram direcções artísticas diferentes, embora ambos dentro do género electrónico.
Fritz, tem vindo a proporcionar umas tantas alegrias electrónicas desde o seu primeiro álbum Here Today Gone Tomorrow (2010), oferecendo melodias mais quentes, com alma e repletas de batidas electro q.b. Em 2016 editou Grand Départ e cujo single In This Game, nos faz questionar até que ponto somos capazes de mudar o que somos neste jogo que pode ser uma relação a dois. Por vezes, nos altos e baixos de relações saturadas a frase Desire to find a chance to change who we’ve become é mais que perfeita, mas apenas desejar não chega, e todos nós sabemos isso. É aqui que entra o refrão, que resume qualquer jogador, que ganha, perde, roda e sangra, que mais não é que dizer-nos que todo o sucesso só depende do que pretendes atingir ou, se não te queres magoar, não precisas de jogar (mas também não irás ganhar nada!).
Este é, então, o tema para a página de segunda-feira, oriundo das terras frias da Alemanha, mas que se vai enquadrar nos teus dias de sol, quentes e apaixonantes. 


English / Inglês
In this game that is life, with someone we love, not only for passion, but also in relationships of friendship, we think that we bet on people, that we bet what we are, often, like in a slot machines game, we bet little, hopping that we will make millions. After all, there is a certain nervousness that makes us believe in this probability.
That is exactly what happened to Fritzt Kalkbrenner, achieved a unique feat, along with his brother Paul Kalkbrener. Both had their first breakthrough with the song included in the Berlin Calling film called Sky & Sand (included in the Blog Playlist) which was 129 weeks within the Germany singles charts. As all the paths we have to follow daily, after this success, the two followed different artistic directions, both within the electronic genre.
Fritz has been offering some electronic joys since his first album Here Today Gone Tomorrow (2010), providing warmer, soulful melodies and full of electro beats, from which the single In this Game questions us on which extent are we ready to change who we are in this game that a relationship is. Sometimes in the ups and downs of saturated relationships the sentence Desire to find a chance to change who we’ve become is more than perfect, but wishing is not enough and we all know that. This is where the refrain comes in, which picks up any player who wins, loses, runs and bleeds, which is not more than telling us that success depends on what you want to achieve, you do not need to play (but you will not win either anything!).
This is then the theme for Monday's page, coming from the cold lands of Germany, but that is going to fit in your hot, sunny and captivating days.

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 16:00

voltámos ao nosso 2raumwohnung!

by perplex3r, em 24.03.17

Português / Portuguese
Em 2017 voltamos ao nosso pequeno e aconchegante T2 perto do Tiergarten, em alemão 2Raumwohnung, para nos voltarmos a apaixonar. Esta banda alemã, uma presença habitual neste blog, composta por Inga Humpe e Tommi Eckart, volta este ano com o bilingue Somebody Lonely and Me e com um duplo álbum a ser editado em junho.
O primeiro single é uma ode à introspecção, às questões do coração, àqueles pequenos momentos de solidão em que o Amor ainda não surgiu ou que, mesmo que ele já esteja mesmo à nossa frente, não o vemos. Seja porque não temos os olhos bem abertos ou porque, simplesmente, ainda estamos demasiado fechados nesta imensa escuridão. Where is the face I want to see forever? questiona Inga, uma vez que neste mundo escuro a alegria de um encontro com o nosso amor pode parecer (im)possível.
Editado em duas versões Tag e Nacht (vídeo), dia e noite respectivamente, temos aqui dois momentos introspectivos que vão fazer o teu leitor estar em alta rotação. Se ambas as versões são demasiado melancólicas para ti, acabam de ser editadas 4 remisturas bem alternativas por Ricardo Villalobos, DJ Koze e Chi Thanh que (des)constroem a mensagem desta canção.
A música é universal, e embora muitos pensem que a língua alemã é fria, esqueçam isso, temos aqui uma voz demasiado doce para o tema que é a solidão.

English / Inglês
In 2017 we are back in our small and cozy two-bedroom flat near the Tiergarten, in German 2Raumwohnung, to fall in love again. This German band, an usual presence here in this blog, comprised by Inge Humpe and Tommi Eckart, is back this year with the bilingual Somebody Lonely and Me and with a double album to be released in July.
The first single is an ode to introspection, to the questions of the heart, to those short moments of loneliness in which Love hasn’t showed up yet or, even if it is right in front of us, we cannot see it. This is either because we do not have our eyes wide open or simply because we are so closed in this vast darkness. Where is the face I want to see forever? asks Inge, as in this dark world the joy of a date with our love may sound (im)possible.

Released in two versions Tag and Nacht (video), day and night respectively, we have here two introspective moments that will put your player on heavy rotation. If both versions are too much melancholic for you, 4 new and alternative remixes by Ricardo Villalobos, DJ Koze and Chi Thanh have just been released (de)constructing  the message of this song.
Music is universal and although many people think the German language as cold, forget that, what we have here is a voice that is too sweet for the theme that is loneliness.

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 16:27

Bei dir bin ich schön? Of course I am!

by perplex3r, em 10.03.14

 

English

   
Português

We all know Love turns us more beautiful, and without placing the other one in an unreachable pedestal we can say, without any fear our second ideas “ bei dir bin ich schön / das ist ein phänomen/ auf der Skala 1 -10 / bei dir bin ich zehn” ( Next to you I’m beautiful / that’s a phenomenon / in a scale of 1 to 10 / with you I’m 10). And isn’t this capacity of transforming us itself a phenomenon?

2Raumwohnung are Inga Humpe and Tommi Eckart, a German band with more than a handful of releases, show us this in a language that for some is considered to be cold. Bei dir bin ich schön was the single which preceded Achtung Fertig, an album with 13 electronic songs that are continuously on play on your iPod, in which they mention and question the Universe of passions (Was sagt das Universum), discover other synonyms for Love (Bye Bye Bye) and find new ways to hug the cold days with the one who makes us more beautiful, like in the song Ein neues Gefühl in which Inga exclaims:  : Ein neues Gefühl / du und ich und jetzt und hier (A new feeling / you and me and now and in here)

One could write a lot of words (Worte) that many say are but wind …. Or write poetry or prose, a note or an Odyssey about the most refreshing German album of the past few years …. But that wouldn’t make you press play, image and find out (again) how much Love can be plurilingual.

PS: by the way, if you happen to be in Germany, you can have the chance to fall in love with the band in one of their concerts. (Tour)

 

Todos sabemos que o Amor nos torna mais bonitos, e sem colocar o outro num pedestal inantigível podemos dizer, sem medos ou segundas intenções “ bei dir bin ich schön / das ist ein phänomen/ auf der Skala 1 -10 / bei dir bin ich zehn” (ao teu lado sou bonito / isso é um fenómeno / numa escala de 1 a dez / contigo sou 10). E não é um fenómeno esta capacidade de nos transformar?

2Raumwohnung, a dupla Inga Humpe e Tommi Eckart, banda alemã já com mais de uma mão cheia de álbums editados, mostram-nos isto na língua a que muitos apelidam de fria! Bei dir bin ich schön foi o single que antecedeu Achtung Fertig, um álbum de 13 temas electrónicos que perduram durante horas no iPod, onde mencionam e questionam o Universo das paixões (Was sagt das Universum), diversificam os sinónimos sobre o Amor (Bye Bye Bye) e buscam formas quentes de abraçar os dias frios junto de quem nos torna mais belos, como no tema Ein Neues Gefühl (Um novo Sentimento) em que Inge exclama : Ein neues Gefühl / du und ich und jetzt und hier (Um novo sentimento / tu e eu e agora e aqui).

Poderíamos escrever imensas palavras (Worte) que muitos dizem que o vento as leva … ou escrever poesia ou prosa, uma nota ou uma Odisseia sobre o album alemão mais refrescante dos últimos anos… mas isso não te faria carregar no play, imaginar e (re)descobrir o quanto o Amor pode ser plurilingue.

PS: já agora, se tiverem por terras germânicas podem ainda ter a oportunidade de se apaixonarem pela banda num dos seus concertos. (Tour)

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 11:25

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


text me