Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



lock:down .... (com) um lindo soulstice!

by perplex3r, em 03.03.21

Sousltice

I've been losing leaving
Fooling, deceiving
I've been stealing, hiding
Calling, crying

Português/Portuguese 

Confinados num espaço exíguo que são os metros quadrados da nossa casa, que não consegue conter todas as nossas alegrias, tristezas, experiências, desilusões e vivências sem memória, encontramos a primeira música do álbum de remisturas da banda SoulsticeMixed Illusions.

Illusion foi o título do primeiro álbum, tal como a realidade que sentíamos como eterna até há tão pouco tempo, e que precisou de uma nova roupagem mais alegre, mais longe do downtempo e trip hop, que achávamos que a vida nos trazia até...2020. Sim,eram pura ilusões os amores apaixonantes que conhecíamos cada fim de semana, cada dia em que nos agrupávamos em círculo após um gin e um desconto de cervejas académicas e ouvíamos o som de "log on" no extinto MSN Messenger.

Mixed Illusions, tal como os nossos dias hoje, trazem alegrias, ups and downs repletos de sons intermitentes que viajam e aprofundam as memórias de sintetizadores diários que ouvimos logo pela manhã. Lockdown abre, sem reticências, o que o álbum inicial não consegui e nos transposta para uma viajem sem igual com a voz de Gina Rene (A Thousand Years com Julius Papp), e que através de Falling nos deixa melancólicos, pensativos e ansiosos. Se a nossa vida teve que ser remisturada com mesas de mistura em mp3 e pens duvidosas, porque é que duvidamos? Provavelmente, um álbum de remisturas não traz nada de novo, pensam muitos de nós, o que não é o caso, uma vez que Miguel Migs, e Filla Brazillia conseguem transformar as melodias em novas experiências e viagens, nunca ouvidas e experimentadas ou adequadas a mais uma ou outra situação da nossa vida, seja feliz ou triste:

I've been alone, I'd rather be in love

Que o diabo venha e escolha ....

English/ Inglês

Confined in a small space that are the square meters of our house, which cannot contain all our joys, sorrows, experiences, disappointments and experiences without memory, we found the first song on the Soulstice remix album, Mixed Illusions.

Illusion was the title of the first album, as was the reality that we felt was eternal until so recently, and that needed a new, more cheerful outfit, farther from downtempo and trip hop, that we thought life would bring us until ... 2020. Yes, the passionate love affairs we knew each weekend, each day when we grouped in a circle after a gin and a discount of academic beer were pure illusions or heard the sound of "log on" on the extinct MSN Messenger.

Mixed Illusions, like our days today, bring joys, ups and downs filled with intermittent sounds that travel and deepen the memories of daily synthesizers that we hear early in the morning. Lockdown opens, without hesitation, what the initial album did not achieve and transposed us to an unparalleled journey with the voice of Gina Rene (A Thousand Years with Julius Papp), which through Falling leaves us melancholy, thoughtful and anxious. If our lives had to be remixed with mixers in mp3 and dubious pen drives, why do we doubt? Probably, a remix album does not bring anything new, many of us think, which is not the case, since Miguel Migs, and Filla Brazillia manage to transform the melodies into new experiences and journeys, never heard and experienced or adequate to one or another situation in our life, whether happy or sad:

I've been alone, I'd rather be in love

Take your pick ....

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 19:15

 

 

Ruhe
Das höchste Glück auf Erden
Kommt sehr oft nur durch Einsamkeit in das Herz
 

 

Português/Portuguese
Numa sexta-feira, outrora movimentada de carros, luzes vermelhas, verdes e amarelas, entrecortadas pela chuva, de correrias, de vozes no metro e de telefonemas a alto e bom som pela avenida, tudo em busca do início de uma happy hour pela baixa, fugíamos todos a momentos de silêncio (Ruhe) em busca de experiências que borbulhavam som.
Hoje, num dia frio de Fevereiro, buscamos um silêncio recortado de melodias que não sejam eufóricas, mas que não sejam demasiado introspectivas para este nosso confinamento. Como resolver esta dualidade? 
Não será a lermos Johann Christoph Friedrich von Schiller, que o iremos conseguir. Mas a ouvirmos a banda electrónica que partilha o seu sobrenome. Com uma carreira que iniciou no final do milénio, e com mais de 7 milhões de álbuns vendidos (bilingues), duetos com Sarah Brightman, Nadia Ali, Kim Sanders, Mike Oldfield, entre outros, temos uma fusão de classicismo e sons electrónicos e tecnologias, numa amálgama de emoções sonoras.
Symphonia é isso mesmo, pois nunca nos faz resvalar em emoções interiores demasiado pessimistas e, simultaneamente, não cria a euforia necessária que nos faria querer abrir a porta de casa, apesar de oferecer crescendos emotivos, em pouco mais de uma hora (Ah, e não saber Alemão não implica em nada não querer desbravar caminhos por estes sons sentados no sofá)
Freitag ... uma garrafa de vinho tinto, as portadas abertas para ver a chuva a bater nas janelas, Symphonia de fundo e ____________ (preencher com o que mais te faz falta numa noite relaxante). 

Inglês/English
On a Friday, once bustling with cars, red, green and yellow lights, interrupted by rain, rushing, voices in the metro and loud calls on the avenue, all in search of the beginning of a happy hour downtown , we all ran away from moments of silence (Ruhe) in search of experiences that bubbled sound.
Today, on a cold February evening, we seek a silence cut out of melodies that are not euphoric, but that are not too introspective for our confinement. How to resolve this duality?
Reading Johann Christoph Friedrich von Schiller, will not be the answer. But listening to the electronic band that shares his surname. With a career that started at the end of the millennium, and with more than 7 million (bilingual) albums sold, duets with Sarah Brightman, Nadia Ali, Kim Sanders, Mike Oldfield, among others, we have a fusion of classicism and electronic sounds and technologies, in an amalgamation of sonorous emotions.
Symphonia is just that, because it never makes us slip into overly pessimistic inner emotions and, at the same time, it does not create the necessary euphoria that would make us want to open the door of our home, despite offering emotional growth, in just over an hour (Ah, and not knowing German does not imply that you do not want to open paths through these sounds sitting on the sofa).
Freitag ... a bottle of red wine, the shutters wide open to see the rain hitting the windows, Symphonia in the background and ____________ (fill in with what you miss most on a relaxing night).

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 19:35

go outside and BREATHE

by perplex3r, em 10.05.17

I brought you something close to me
Left for something you see though your head
You haunt my dreams / There's nothing to do but believe
Just Believe / Just Breathe

Português / Portuguese
Breathe dos franceses Télépopmusik é,provavelmente, a música chillout mais adequada a tardes na piscina, com muito sol e calor, bebidas misturadas e coloridas e uma sensação de férias eternas, aliás o vídeo por Jordan Scott (filha de Ridley Scott) fomenta essa ideia. Estávamos no ano de 2001 quando o álbum Genetic World foi editado e em 2002 quando a voz calma de Angela McCluskey rompeu as rádios com este single que, não será preciso explicar porquê, chegou à UK Singles Charts, à US Billboard Hot Dance Club Play Chart e foi nomeado para um Grammy.
Em 2017 surgem novas remisturas que vão desconstruir totalmente a versão original, oferecendo uma viagem que explora o experimental, o chillout e downtempo. O parisiense Kartell assina dois remixes, slow (video) e club remix, conseguindo manter a sensação relaxante original, com o primeiro mix, e transformando o tema num deep house anthem com o segundo. Em oposião temos as remisturas de Cézaire e Duñe e  Katuchat que são quase como um excesso de experimentalismo electrónico que envolve e que se adapta e adequa a espaços/clubs alternativos.
Assim, podemos respirar um pouco de vários mundo electrónicos através de um EP peculiar, ou a vida também não precisasse de ser remisturada de vez em quando, com sons desconexos, provenientes de experiências mais ou menos positivas e, acima de tudo, de vivências únicas. Em suma, é um pouco sobre isso que estas remisturas nos levam a pensar e,acima de tudo, sentir, pois se existem coisas boas algures no nosso passado, porque não dar-lhes um nova memória mantendo o sentimento original?

English/ Inglês
Breathe from the French band  Télépopmusik is probably the most suitable chillout song  for afternoons in the pool, with lots of sun and heat, with mixed and colourful drinks and a sense of eternal holidays, besides the video by Jordan Scott (daughter of Ridley Scott) fosters this idea . We were in the year 2001 when the album Genetic World was released and in 2002 when a calm voice of Angela McCluskey broke the radios with this single, no need to explain why it reached to the UK Singles Charts, the US Billboard Hot Dance Club Play Chart and was nominated for a Grammy.
In 2017 new remixes appear that will totally deconstruct the original version, offering a journey that explores the experimental, chillout and downtempo. Parisian Kartell signs two remixes, slow (video) and club remix, managing to maintain an original relaxing sensation with the first mix, and turning the track into a deep house anthem with the second one. Opposed to them we have remixes by Cézaire and Duñe and Katuchat that are almost like an excess of electronic experimentalism that surrounds us and are adapted to alternative places/clubs.
Thus, we can breathe a little of several  electronic worlds through a peculiar EP, as  life needs  to be remixed from time to time, with disconnected sounds, coming from more or less positive experiences, above all, from unique ones. In short, it is a bit this that these remixes lead us to think and, above all, feel, because if there are good things in our past, why not give them a new memory while maintaining the original feeling?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 12:58

Sade, dis-moi; Sade, donne-moi
Sade, tell me; Sade, give me


Português / Portuguese

Todos nós temos desejos, desejos de alcançar um novo posto de trabalho, de atingir um patamar de riqueza e, mais do que aqueles que nos são incutidos, existem sempre aqueles desejos que (para uma visão bem puritana) são demasiado pecaminosos para este mundo.
Sadeness (Part 1) de Enigma (5 milhões de singles vendidos) mistura o canto religioso, os vocais sensuais da cantora alemã Sandra, que teve Maria Magdalena nos tops na década de 80, com uma voz masculina que questiona os desejos do Marquês de Sade. São desejos mesclados numa canção que alcançou o número um durante 5 semana nas Eurochart e em mais de 24 países (Reino Unido e US, por exemplo) e que, em alguns, o título foi alterado para Sadness(Part 1), retirando, dessa forma, o pecado que este single poderia conter e atribuindo-lhe mais melancolia que respostas a desejos carnais.
Desta forma, tal como na música, podemos sempre questionar os nossos desejos mais íntimos, podemos até mesmo misturar o que de mais puro temos em nós sem nunca descurar o outro lado do espelho, aquele prazer que nos pode ser oferecido pelo outro, aquele mesmo em que dois corpos se juntam e partilham o que têm de mais íntimo. Aqui, o nome do Marquês substitui-se pelo teu, porque as questões que lhe são dirigidas podem muito bem ser respondidas por ti. Aliás, nesta mistura de sons de flauta e batidas podes, muito bem, reflectir até que ponto te encontras fechado a convenções e tradições obsoletas ou limitativas.
Em suma, não será apenas Sadeness que se encontra actual 27 anos depois, mas também o álbum MCMXC a.D que é mais do que uma busca  num mundo medieval, cheio de sons de floresta, de grilhões que prendem as mãos e a mente e de pessoas que pretendem encontrar respostas únicas e libertadoras às suas questões mais íntimas.Para começar a viagem, por este vídeo, ficamos com Principles of Lust (Os Princípios da Luxúria), a trilogia que Sadeness se insere, porque o pecado, esse, nunca fez mal a ninguém!

 

English/Inglês
We all have desires, desires to get a new job, to be wealthier, and more than the ones that are instigated, there are always those which (for a puritan vision)are too sinful for this world.
Sadness (Part 1) by Enigma (5 million singles sold) mixes religious chants, the sensual vocals by German singer Sandra, who had Maria Magdalena in the charts in the 80's with a male voice that questions the desires of Marquis de Sade. Those are desires mingled in a song that reached number one for 5 weeks on the Eurochart and in more than 24 countries (UK and USA, for example) and in some of them the title was changed to Sadness (Part 1), removing, in that way, the sin that this single could contain  giving to it more melancholy than responses to carnal desires.
In this way, as in the song, we can always question our most intimate desires, we can even mix the purest things we have in us without forgetting what’s on the other side of the mirror, that pleasure that can be given by the other, that one when two bodies come together and share the most intimate things they have. Here the name of the Marquis is replaced by yours, because the questions that are asked him can well be answered by you. In fact,  in this mixture of flute sounds and beats you may well meditate on to what extend you are closed by conventions and obsolete or limited traditions.
In short, it is not only Sadeness that is uptodate 27 years later, but also the album MCMXC which is more than a search through a medieval world, full of forest sounds, of fetters that hold the hands and the minds and of people who want to find unique and liberating answers to their most intimate questions. To start this journey, through the video, we have the Principles of Lust, the trilogy in which Sadeness is part of, because sinning never harmed anyone!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 13:46

friday ... fallin' in love at 4AM

by perplex3r, em 07.04.17

Torre dos Clérigos, Porto, Portugal http://backtobasic.blogs.sapo.pt

Sleepless gliding
Over the city lights.
Watch us flying
Over the streets tonight.

Português / Portuguese
Na noite escura de sexta-feira, enquanto um copo de mojito ainda está a meio, sente-se a primavera no ar e estamos, os dois, numa varanda na Baixa. Ali, naquele pequeno espaço,  sentimos quase como se estivessemos a sobrevoar as árvores e as pessoas que percorrem, atarefadas, a rua em busca de uma bebida ou dos seus sonhos. Temos as luzes da cidade e a Torre dos Clérigos como o cenário perfeito para eu te observar e ouvir, sem te interromper, hipnotizado pelas tuas palavras e a música de fundo, em volume baixo, é quase como uma banda sonora  a acompanhar as histórias do teu filme.
4AM é o marco desta noite! A versão acústica é bastante sentimental, enquanto que a remistura de Adam K & Soha adiciona à voz doce de Becky Williams as batidas necessárias e constantes de deep house, que podem muito bem abrir uma pista de dança 3 horas mais cedo. Por isso, preferimos a mescla de melodias, cheia de altos e baixos, que a versão ao vivo nos oferece. É isso que Late Night Alumni e Kaskade nos trazem. Desde 2005, com o álbum Empty Streets, até ao presente dia, nos oferecem canções que incorporam instrumentos reais, house music e soft trance com histórias simples mas repletas de sentimento.  Assim, são a prova viva que a música de dança é bem mais do que simples trechos de batidas fortes e que nos pode fazer pensar e sonhar.
Por isso, no domingo de manhã, quando a cidade ainda dorme e percorremos a rua estreita que nos leva até casa, fumamos o nosso último cigarro sem nada dizer. Não é preciso, ambos sabemos que a primeira linha do nosso livro a dois foi escrita há duas noites atrás, quando mordemos os lábios um do outro, às 4 da manhã.

 

English /Inglês 
In the dark Friday night, while a glass of mojito is still halfway full, spring is in the air and we are both Downtown on a balcony. There, in that little space, we feel almost as if we are flying over the trees and the people who walk, busy, on the street in search of a drink or their dreams. We have the city lights and the Clérigos Tower as the perfect setting for me to observe and listen, without interrupting you, mesmerized by your words and the background music, at low volume, is almost like a soundtrack accompanying the stories of the your movie.
4AM is the milestone of this evening! The acoustic version is quite sentimental, while the remix of Adam K & Soha adds to the sweet voice of Becky Williams the necessary and steady beats of deep house, which may well open a dance floor 3 hours earlier. So we prefer the mix of melodies, full of ups and downs that the live version offers. That's what Late Night Alumni and Kaskade bring us. Since 2005, with the album Empty Streets, to today, they offer us songs that incorporate real instruments, house music and soft trance with simple yet sentimental stories. Thus, this is the living proof that dance music is much more than simple stretches of hard beat and it can make us think and dream.So on Sunday morning, when the city is still asleep and we walk down the narrow street that leads us home, we smoke our last cigarette without saying anything. No need, we both know that the first line of our book was written two nights ago when we bit each other's lips at 4 AM. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 10:45

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


text me