Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sade, dis-moi; Sade, donne-moi
Sade, tell me; Sade, give me


Português / Portuguese

Todos nós temos desejos, desejos de alcançar um novo posto de trabalho, de atingir um patamar de riqueza e, mais do que aqueles que nos são incutidos, existem sempre aqueles desejos que (para uma visão bem puritana) são demasiado pecaminosos para este mundo.
Sadeness (Part 1) de Enigma (5 milhões de singles vendidos) mistura o canto religioso, os vocais sensuais da cantora alemã Sandra, que teve Maria Magdalena nos tops na década de 80, com uma voz masculina que questiona os desejos do Marquês de Sade. São desejos mesclados numa canção que alcançou o número um durante 5 semana nas Eurochart e em mais de 24 países (Reino Unido e US, por exemplo) e que, em alguns, o título foi alterado para Sadness(Part 1), retirando, dessa forma, o pecado que este single poderia conter e atribuindo-lhe mais melancolia que respostas a desejos carnais.
Desta forma, tal como na música, podemos sempre questionar os nossos desejos mais íntimos, podemos até mesmo misturar o que de mais puro temos em nós sem nunca descurar o outro lado do espelho, aquele prazer que nos pode ser oferecido pelo outro, aquele mesmo em que dois corpos se juntam e partilham o que têm de mais íntimo. Aqui, o nome do Marquês substitui-se pelo teu, porque as questões que lhe são dirigidas podem muito bem ser respondidas por ti. Aliás, nesta mistura de sons de flauta e batidas podes, muito bem, reflectir até que ponto te encontras fechado a convenções e tradições obsoletas ou limitativas.
Em suma, não será apenas Sadeness que se encontra actual 27 anos depois, mas também o álbum MCMXC a.D que é mais do que uma busca  num mundo medieval, cheio de sons de floresta, de grilhões que prendem as mãos e a mente e de pessoas que pretendem encontrar respostas únicas e libertadoras às suas questões mais íntimas.Para começar a viagem, por este vídeo, ficamos com Principles of Lust (Os Princípios da Luxúria), a trilogia que Sadeness se insere, porque o pecado, esse, nunca fez mal a ninguém!

 

English/Inglês
We all have desires, desires to get a new job, to be wealthier, and more than the ones that are instigated, there are always those which (for a puritan vision)are too sinful for this world.
Sadness (Part 1) by Enigma (5 million singles sold) mixes religious chants, the sensual vocals by German singer Sandra, who had Maria Magdalena in the charts in the 80's with a male voice that questions the desires of Marquis de Sade. Those are desires mingled in a song that reached number one for 5 weeks on the Eurochart and in more than 24 countries (UK and USA, for example) and in some of them the title was changed to Sadness (Part 1), removing, in that way, the sin that this single could contain  giving to it more melancholy than responses to carnal desires.
In this way, as in the song, we can always question our most intimate desires, we can even mix the purest things we have in us without forgetting what’s on the other side of the mirror, that pleasure that can be given by the other, that one when two bodies come together and share the most intimate things they have. Here the name of the Marquis is replaced by yours, because the questions that are asked him can well be answered by you. In fact,  in this mixture of flute sounds and beats you may well meditate on to what extend you are closed by conventions and obsolete or limited traditions.
In short, it is not only Sadeness that is uptodate 27 years later, but also the album MCMXC which is more than a search through a medieval world, full of forest sounds, of fetters that hold the hands and the minds and of people who want to find unique and liberating answers to their most intimate questions. To start this journey, through the video, we have the Principles of Lust, the trilogy in which Sadeness is part of, because sinning never harmed anyone!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Source: pbs.twimg.com
Warning / Aviso: Eargasmic track! Naughty .... but nice!

Português / Portuguese
É sexta-feira e estamos quase todos a abandonar os nossos escritórios, escolas e tudo o que nos faz ansiar pelo fim de semana. Avizinha-se um final de tarde com uma mesa repleta de copos de cervejas do mundo, uns olhares marotos por trás dos óculos de sol, um flirt por entre a fila para o bar e imensos risos descontraídos. É aí que podemos retirar o I can teach you a thing or two e atribuir-lhe toda a conotação para quando estamos a chegar àquela hora em que sentimos calor .... e esse calor é tudo menos por causa do tempo!
Será por isso, Yeah Yeah 2017 (nº1 Billboard's Dance Club Songs) está aí para te acompanhar pela noite dentro .... e até mesmo até pela manhã, naquele after party que (de certeza?) poderás ir. Originalmente editado em 2007 (nº2 UK Charts) pelos Bodyrox, a versão de aniversário é produzida por Dave Audé, mas mantém a fabulosa, excêntrica e poderosa voz de Luciana (também ela já uma referência neste  e que colaborou com Martijn Ten Velden, Richard Vission e Mark Knight) e adiciona-lhe todas as batidas e loops próprias para qualquer festa deste ano. A versão do vídeo é bem mais agressiva ... não aconselhável a quem teme um dancefloor cheio de luzes, óculos-de-sol, e bebidas q.b., pois pode provocar um eargasm ali mesmo. Esta versão foi remisturada por Tom Staar e é extremamente aditiva e, para muitos, representa o som necessário para as 7 da manhã.
Será na pista ou até mesmo por volta do meio dia, depois de irmos a rastejar pelas ruas para chegar a casa, a beber água e a sentir o sol e o mundo já acordado, que poderás ensinar alguma coisa ... ou mais que uma! Todos sabemos que há coisas que não é necessário ser professor ....
Bom fim de semana!

 

English/ Inglês
It's Friday and we are almost all leaving our offices, schools and everything that makes us yearn for the weekend. We can forsee a late afternoon with a table full of beers from all over the world, a hazy look behind the sunglasses, a flirt while queueing for the bar and lots of laid back laughter. That's when we can take the sentence I can teach you a thing or two and give it all the correct connotation when the time we feel hotter arrives .... and this heat is caused by  anything but the weather!
That's why, Yeah Yeah 2017 (nº1 Billboard's Dance Club Songs)  is there to accompany you through the night ... and even into the morning, in that after party that (for sure?) you can go. Originally released in 2007 (nº2 UK Charts) by Bodyrox, the anniversary version is produced by Dave Audé, but retains the fabulous, eccentric and powerful voice of Luciana (she's already a reference in this blog and has collaborated with Martijn Ten Velden, Richard Vission and Mark Knight) and adds all the beats and loops for any party this year. The version of the video is much more aggressive ... not advisable to those who fear a dancefloor full of lights, sunglasses, and and loads of drinks, as it can cause an eargasm right there. The version was remixed by Tom Staar and is extremely addictive and for many it may represent the sound needed for 7 a.m..
It will be on the dancefloor or even around noon, after we crawl through the streets to get home, drinking water and feeling the sun and the world is already awaken, that you can teach something ... or more than one ! We all know there are things that it is not necessary to be a teacher to teach ....
Have a nice weekend!

Autoria e outros dados (tags, etc)

TESTIFY love on a hot spring day!

by perplex3r, em 10.04.17

hifi sean feat. crystal waters

Tell me why I need your love // why I got to have your love
Justify your love // Make me a believer

Português / Portuguese
Todos os dias questionas! Questionas o teu dia, o que acreditas, as palavras que te dizem e o porquê de certas atitudes tuas e dos outros. Serão, algumas dessas perguntas, que este tema, que mistura gospel com um house bem alegre, nos traz para estes dias quentes de primavera.
Considerada pela Billboard como a 39º Most Successfull Dance Artist of All Time, a americana Crystal Waters dá a voz ao single Testify do álbum Ft do britânico Hifi Sean, a voz que já nos fez conhecer problemas sociais com Gypsy Woman, deixar a cidade poluída para trás e segui-la para Destination Calabria (com Alex Gaudino) ou até mesmo cantarolar um amor bem ardente com 100% Pure Love. Para além da sua voz única, Crystal, juntamente com Sean Dickson, mostra mais uma vez a sua capacidade como letrista e contribui para a desmitificação da música de dança que é, muitas vezes, vista como fútil e sem sentido, aliás 6 ASCAP Songwriter Awards são a prova disso.
Se por acaso queres emergir em águas mais electrónicas e exorcisar os teus demónios num dancefloor cheio de cores e lasers, existe a remistura de Superchumbo (Tom Stephan) que dá ao tema um boost energético, repleto de batidas sincopadas e  um sabor mais latino. O remix package ainda inclui a excelente versão extended e a remistura de Steve Mac, que tendo “tell me why I need your love /why I got to have your love” em loop com batidas house nos afasta do momento gospel, mas que nos aproxima das margens bem mais próprias para as 5 da manhã numa discoteca.
Assim, Testify faz-nos questionar o que acreditamos quando algo ou alguém vem e mexe no nosso mundo de crenças, mas acima de tudo, faz-nos lembrar que devemos (sempre?) estar abertos a todas a possibilidades e aceitar todas as experiências que se deparam à nossa frente ... afinal, a vida e o amor não são isso mesmo?

English / Inglês
Everyday you question yourself! You question your day, what you believe, the words that are told to you, and the reason certain actions of yourself and others. These are some of the questions, that this track, which mixes gospel with a very cheerful house, brings us on these hot spring days.
Considered by Billboard as the 39th Most Successful Dance Artist of All Time, the American Crystal Waters gives voice to the single Testify of the album Ft of the British Hifi Sean, the voice that already made us know social problems with Gypsy Woman, leave the polluted city and follow her to Destination Calabria (with Alex Gaudino) or even hum a blazing love with 100% Pure Love. In addition to her unique voice, Crystal, along with Sean Dickson, shows us once again her ability as a writer and contributes to the demystification of dance music that is often seen as futile and meaningless, in fact 6 ASCAP Songwriter Awards are proof of this.
If you want to emerge in more electronic waters and exorcise your demons in a dancefloor full of colors and lasers, there is the remix of Superchumbo (Tom Stephan) that gives the track an energetic boost, full of syncopated beats and a more latin flavor. The remix package also includes the excellent extended version and the remix of Steve Mac, which has  "tell me why I need your love / why I got to have your love" in loop with house beats moves us away from the gospel moment, but  brings us closer to  much more proper shores at 5 a.m. in a club.
Thus, Testify makes us question what we believe when something or someone comes and moves in our world of beliefs, but above all, reminds us that we must (always?) Be open to all possibilities and accept all the experiences we have in front of us ... after all, aren´t life and love made of that?

Autoria e outros dados (tags, etc)

WHAT IS LOVE ... the eternal question!

by perplex3r, em 05.04.17



Português / Portuguese 
What is Love é, provavelmente, a questão que percorre várias páginas dos nossos livros, às vezes em capítulos pequenos ou extensos, por vezes bem alegres ou tristes ... afinal, tantos anos depois, podemos ainda e sempre (?) questionar o que é o Amor, ou não? Desde os momentos em que nos apaixonámos e roubámos um beijo pela primeira vez no jardim de infância, sem saber muito bem o que eram aquelas borboletas na barriga à altura, bem mais tarde, em que as mesmas se juntam à admiração, ao desejo do corpo, à construção de uma relação (seja ela do tipo que for).
Em 1993, na versão eurodance de Haddaway tivémos a hipótese de perguntar com uma certa alegria mas agora Lost Frequencies revisita o tema de forma bem mais introspectiva, tornando o single do álbum Less is More ajustado para os fins de tarde um pouco mais quentes em que percorremos, sozinhos, os vários quilómetros dos passadiços das praias de Gaia e vamos, pontualmente, vendo caras alegres, cansadas e sorridentes. Existem ainda remisturas de Demitri Vegas e Like Mike, que são apenas próprias para festas EDM, de Rose (adicionada à playlist do Spotify) e Zonderling em que ambas adicionam um feeling bem mais próximo de classic house, fazendo com que estas questões filosóficas se tornem bem mais aprazivéis com um Martini Bianco bem gelado e amigos à nossa volta.
O vídeo, esse, mostra o amor que temos pelo desporto e por aqueles que estão ao nosso lado sempre que algo corre menos bem e que nos fazem, de uma certa forma, encontrar algumas respostas possíveis para esta pergunta. Por isso, 23 anos após a edição da primeira versão, mesmo com outra mistura electrónica e dançável, ainda estamos baralhados com todos os caminhos que esta pergunta nos leva ... Assim, só nos resta percorrer um por um com esta música, em busca de uma (qualquer) conclusão. Podes ouvir, já na playlist do blog!

English / Inglês
What is Love is probably the question that goes through several pages of our books, sometimes in short or long chapters, sometimes very happy or sad ... after all, so many years later, we can still and always (?) question what love is, can't we? From the moments when we fell in love and stole a kiss for the first time in the kindergarten, not knowing very well what those butterflies in the belly meant to the the time,years later, when they join the admiration, the desire of the body, the conception of a relationship (whatever it may be).
In 1993, in the eurodance version by Haddaway we had the chance to ask with some joy but now Lost Frequencies revisits the theme in a much more introspective way, making the single from the album Less is More tuned for little warmer afternoons when we travel, alone, through the several kilometers of the walkways on the beaches of Gaia and we, once in a while, see joyful, tired and smiling faces. There are also remixes of Demitri Vegas and Like Mike, which are just suitable for EDM parties, by Rose (added to the Spotify playlist) and Zonderling in which both add a feeling much closer to classic house, making these philosophical questions become much more enjoyable with a chilled Martini Bianco and friends around us.
The video shows the love we have for sports and those who are by our side whenever something goes wrong and that lead us, in a way, to find some possible answers to this question. So, 23 years after the release of the first version, even with another electronic and danceable mixture, we are still shuffled with all the paths that this question takes us ... So, we only have to go one by one with this song, in search of a(ny) conclusion!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

#inthemorning with Sannie

by perplex3r, em 20.11.16

whigfield.jpgEnglish / Inglês

Today´s to-do list:

07:03 Turn the Radio On

(Early) In the Morning one may not feel the prettiest person in the whole world, but it is when our day starts and all our dreams may come to live under the beautiful sun. Already waking up with some cold and rainy mornings, this song takes us back to those hot summer days when an early mojito or a mimosa are never wrong. 

07:14 Having breakfast and Reading the News
This is the second single from  the latest project by Whigfield´s front lady Sannie following the previous Armada Deep release How Long (which includes remixes by Grant Nelson) proving  her her writing and production skills. What to expect from this? A deep house production with lyrics in a loop to which the saxophone provides that reminiscent feeling of how summer, sunny days and summer romance are the only important things to live for.

07:32 Drive to work
One may feel a little bit depressed with traffic jams, gray days and stressfull jobs. 
If the original release takes us back, the remix EP prepares ourselves for the next weekend! Low Steppa's remixes, while keeping the best of the original, provide the perfect soundtrack for your Friday Nighout adding harder deep house beats - pay attention to the amazing turbo Dub Version that will keep you awake at 6.30 in the club. If you are just a person that leaves the club even before the party has started, the François Remix  by François provide the perfect mixture of 90's synthesizers and piano riffs, while you sing-a-long and drink your second glass of vodka.

18:32 Buy the single
18.34 Just a thought: aren't the mornings that time of day when we either get home from a fantastic night out wearing sunglasses or just leave the house wearing them just to find a purpose for our day(s)? Mornings may be difficult, but finally they now have an amazing soundtrack!

 

Português / Portuguese
Lista para Hoje

07:03 Ligar o Rádio

(Early) In the morning podemos não nos sentir a pessoa mais bonita do mundo, mas é quando o nosso dia começa e todos os nossos sonhos se podem tornar realidade sob um bonito sol. Já acordando com algumas manhãs frias e chuvosas, esta música leva-nos de volta para os dias de verão quando um mojito ou uma mimosa bem cedo nunca são demais. Lista para Hoje

07:14 Tomar o Pequeno-Almoço e ler as notícias
Este é o segundo single do mais recente projecto da vocalista Whigfield, Sannie seguindo a anterior edição pela Armada Deep do single How Long (que inclui remisturas de Grant Nelson) provando as suas competências como compositora e letrista. O que esperar? Uma produção deep house com letras em loop às quais o saxofone providencia aquele sentimento reminiscente de como o verão, dias cheios de sol e amor(es) de verão são as coisas mais importantes para viver.

07:32 Conduzir para o trabalho
Podemos nos sentir um pouco deprimidos com trânsito, dias cinzentos e trabalhos stressantes.
Se a edição original nos leva para trás, o EP de remisturas prepara-nos para o próximo fim-de-semana. Os remixes the Low Steppa, enquanto mantêm o melhor do original, proporcionam aquela banda sonora perfeita para aquela Saída de Sexta adicionando batidas deep house mais fortes - presta atenção à fantástica Dub Version que te vai manter acordado às 6.30 na discoteca. Se és daqueles que saiem da disco antes da festa ter começado, o François Remix por François dá aquela perfeita mistura de sintetizadores dos anos 90 e riffs de piano, enquanto cantas e bebes o teu segundo copo de vodka.

18:32 Comprar o single
18.34 Um pensamento:  não são as manhãs aquela altura do dia em que voltamos a casa após aquela fantástica saída nocturna a usar os óculos de sol ou a deixamos para encontrarmos um propósito para os nossos dias? As manhãs podem ser difíceis, mas finalmente agora têm uma banda sonora fantástica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


back to music & Spotify

Subscreve/Subscribe Playlist

Back to Music,Love & Lifestyle on Spotify!


Passatempo


back to music & the web


Thank You's

 

Sapo Destaques - 27.04.17

Sapo Destaques - 16.04.17

 

 





back to music & love

Follow

subscrever feeds