Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



love and OTHER GIRL(s)

by perplex3r, em 03.05.17

Português / Portuguese
Quando contamos os dias, as horas, as semanas e juntámos tudo e obtemos anos e anos de relações, sabemos que nem todas dão certo. Algumas são apenas pequenos parágrafos de páginas escritas à mão, outras transformam-se em pequenos folhetos de jornal e, para o melhor ou para o pior, algumas são mesmos livros com páginas e páginas de acontecimentos, repletos de lágrimas, de abraços, partilhas e algum egoísmo. Nada é fácil quando acaba, mas essa experiência pode muito bem ser enriquecedora, construir uma nova personalidade e obter o melhor que o outro nos ofereceu mas, acima de tudo, crescer sem nunca deixarmos de sermos nós próprios.
Other Girl de Morgan Page com Rayla retrata o final de uma relação, em que não se é capaz de apostar na sinceridade, de chegarmos ao momento de dizermos "Já não gosto de ti" e não porque não conseguimos (apenas) por cobardia, mas porque, secretamente, escrevemos umas linhas de histórias com outra pessoa. Descobrir isso, dessa forma, leva a frases como "não és quem eu pensava", e talvez não fosse mesmo, já que o outro tem, desde o dia um, ser ele próprio e nós nunca devemos (embora seja difícil) criar imagens ao nosso gosto. No final das contas, a fase de construir castelos e de príncipes e princesas já deveria ter terminado há muito.
Assim, mais até do que triste, Other Girl torna-se uma experiência positiva,uma break up song em que nos faz abrir os olhos, libertar de tudo o que não seja positivo e viver a vida com um alegre sorriso invejável. Tu não és mais nem menos que a outra rapariga, és apenas tu e, simplesmente, não irias a lado nenhum se continuasses nessa histórica, tornavas-te numa personagem de uma telenovela, sempre às voltas. Por isso, o melhor é mesmo apostar em ouvir em versão extended do tema, usufruir dos vocais da bela Rayla e a produção deste produtor que já ganhou dois grammies e já remisturou Katy Perry e The Temper Trap, por exemplo.

English/Inglês
When we count the days, the hours, the weeks and gather everything and we get years and the years of relationships. Some are just small paragraphs of handwritten pages, others turn into little newspaper pamphlets, and for better or for worse, some are books with pages and pages of events, full of tears, of hugs, some selfishness. Nothing is easy when it is over, but this experience may well be enriching, building a new personality and getting the best the other has offered us, but above all, growing up without ever ceasing to be ourselves.
Other Girl by Morgan Page with Rayla portrays the end of a relationship, in which one is not able to bet on sincerity, to come to the moment of saying "I do not love you anymore" and not because we can not say (just) due to cowardice, but because, secretly, we have started writing lines of stories with another person. To discover this, in this way, we come up with sentences like "you are not what I thought you were", and maybe he/she wasn’t, since the other has to be himself, since day one, and we should not (even though it is difficult) imagine things as we want them to be. In the end, the time building castles and princes and princesses should already be gone.
So, more than being a sad song, Other Girl becomes a positive experience, a breakup song which opens our eyes, free us from everything that is not positive and makes us live a life with a cheerful smile. You are not more or less than the other girl, you are just you and, simply, you wouldn’t go anywhere if you would continue to be in this story, you would become a character on a long soap opera.  Therefore it is the best to love the extended version of the song, enjoy the vocals of the beautiful Rayla and the production of this producer who has already won two grammies and has already remixed Katy Perry and The Temper Trap, for example.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

BEACHBALL ... yeah! let's go to da beach!

by perplex3r, em 24.04.17

Source: dance-charts.de

Português / Portuguese
Que a temperatura tem subido nos últimos dias, que já existem toalhas na areia e paira aroma a protector solar no ar, já todos sabíamos ... mas a este travo de verão estava a faltar a faixa que abrisse esta época de balnear num mês inimaginável. É por isso que Nalin & Kane trouxe Beachball  para nos dizer que não somos loucos em mergulhar nas águas frias das praias do norte, porque o verão veio mais cedo!
Nalin and Kane são uma dupla de produtores alemães composta por Andry Nalin e Harry Kane que em 1997 chegou ao número 1 com este single, provocou um buzz na música electrónica, seguidamente, remisturou clássicos como Meet Her At The Love de Da Hool e Cafe Del Mar de Energy 52. Será, então, quase como uma edição de aniversário que a remistura de Sebastian Schilde nos traz em 2017, mantendo o feeling e os vocais originais da primeira edição. Para alguns, poderá não conduzir a grandes festas na praia, mas sem dúvida que estes 124Bpm irão fazer-te agarrar umas cervejas, dois ou três amigos e permitir-te desfrutar de todo aquele pôr-do-sol de um dia bem quente. De momento, esperam-se ainda mais algumas remisturas mas para já, editadas pela Kontor Records, existem apenas a versão radio e extended que irão dar outro ânimo à tua segunda-feira.
Em suma, já podes começar a desempacotar as tuas havaianas, tirar os calções de banho e as bolas de praia .... e já que amanhã é feriado, que tal Beachballin' com os amigos? Aproveita!


English / Inglês
The temperature has risen over the last few days, there are already towels on the sand and a scent of sunscreen floats in the air air, but that everyone already knew ... but to this taste of summer a track that would open the summer season in a unimaginable month was missing. That's why Nalin & Kane brought Beachball to tell us that we are not crazy to dive into the cold waters of the northern beaches because the summer came earlier.
Nalin & Kane are a duo of German producers composed by Andry Nalin and Harry Kane who in 1997 reached number 1 with this single, provoked a buzz in electronic music, then remixed classics like Da Hool's Meet Her At The Love and Cafe Del Mar De from Energy 52. It will be, then, almost a birthday edition that the remixes by Sebastian Schilde brings to us in 2017, retaining the feeling and the original vocals of the first edition. For some, it will not bring big parties on the beach, but no doubt that124Bpm will make you grab a few beers, two or three friends and allow yourself to enjoy the sunset on a hot day. For now, we are expecting some remixes but, released by Kontor Records, there is only the radio and the extended versions that will cheer up your Monday.
In short, start unpacking like your flip-flops take off your swimming trunks and beachballs .... and since tomorrow is a holiday, how about Beachballin' with friends? Enjoy!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Source: pbs.twimg.com
Warning / Aviso: Eargasmic track! Naughty .... but nice!

Português / Portuguese
É sexta-feira e estamos quase todos a abandonar os nossos escritórios, escolas e tudo o que nos faz ansiar pelo fim de semana. Avizinha-se um final de tarde com uma mesa repleta de copos de cervejas do mundo, uns olhares marotos por trás dos óculos de sol, um flirt por entre a fila para o bar e imensos risos descontraídos. É aí que podemos retirar o I can teach you a thing or two e atribuir-lhe toda a conotação para quando estamos a chegar àquela hora em que sentimos calor .... e esse calor é tudo menos por causa do tempo!
Será por isso, Yeah Yeah 2017 (nº1 Billboard's Dance Club Songs) está aí para te acompanhar pela noite dentro .... e até mesmo até pela manhã, naquele after party que (de certeza?) poderás ir. Originalmente editado em 2007 (nº2 UK Charts) pelos Bodyrox, a versão de aniversário é produzida por Dave Audé, mas mantém a fabulosa, excêntrica e poderosa voz de Luciana (também ela já uma referência neste  e que colaborou com Martijn Ten Velden, Richard Vission e Mark Knight) e adiciona-lhe todas as batidas e loops próprias para qualquer festa deste ano. A versão do vídeo é bem mais agressiva ... não aconselhável a quem teme um dancefloor cheio de luzes, óculos-de-sol, e bebidas q.b., pois pode provocar um eargasm ali mesmo. Esta versão foi remisturada por Tom Staar e é extremamente aditiva e, para muitos, representa o som necessário para as 7 da manhã.
Será na pista ou até mesmo por volta do meio dia, depois de irmos a rastejar pelas ruas para chegar a casa, a beber água e a sentir o sol e o mundo já acordado, que poderás ensinar alguma coisa ... ou mais que uma! Todos sabemos que há coisas que não é necessário ser professor ....
Bom fim de semana!

 

English/ Inglês
It's Friday and we are almost all leaving our offices, schools and everything that makes us yearn for the weekend. We can forsee a late afternoon with a table full of beers from all over the world, a hazy look behind the sunglasses, a flirt while queueing for the bar and lots of laid back laughter. That's when we can take the sentence I can teach you a thing or two and give it all the correct connotation when the time we feel hotter arrives .... and this heat is caused by  anything but the weather!
That's why, Yeah Yeah 2017 (nº1 Billboard's Dance Club Songs)  is there to accompany you through the night ... and even into the morning, in that after party that (for sure?) you can go. Originally released in 2007 (nº2 UK Charts) by Bodyrox, the anniversary version is produced by Dave Audé, but retains the fabulous, eccentric and powerful voice of Luciana (she's already a reference in this blog and has collaborated with Martijn Ten Velden, Richard Vission and Mark Knight) and adds all the beats and loops for any party this year. The version of the video is much more aggressive ... not advisable to those who fear a dancefloor full of lights, sunglasses, and and loads of drinks, as it can cause an eargasm right there. The version was remixed by Tom Staar and is extremely addictive and for many it may represent the sound needed for 7 a.m..
It will be on the dancefloor or even around noon, after we crawl through the streets to get home, drinking water and feeling the sun and the world is already awaken, that you can teach something ... or more than one ! We all know there are things that it is not necessary to be a teacher to teach ....
Have a nice weekend!

Autoria e outros dados (tags, etc)

WHAT IS LOVE ... the eternal question!

by perplex3r, em 05.04.17



Português / Portuguese 
What is Love é, provavelmente, a questão que percorre várias páginas dos nossos livros, às vezes em capítulos pequenos ou extensos, por vezes bem alegres ou tristes ... afinal, tantos anos depois, podemos ainda e sempre (?) questionar o que é o Amor, ou não? Desde os momentos em que nos apaixonámos e roubámos um beijo pela primeira vez no jardim de infância, sem saber muito bem o que eram aquelas borboletas na barriga à altura, bem mais tarde, em que as mesmas se juntam à admiração, ao desejo do corpo, à construção de uma relação (seja ela do tipo que for).
Em 1993, na versão eurodance de Haddaway tivémos a hipótese de perguntar com uma certa alegria mas agora Lost Frequencies revisita o tema de forma bem mais introspectiva, tornando o single do álbum Less is More ajustado para os fins de tarde um pouco mais quentes em que percorremos, sozinhos, os vários quilómetros dos passadiços das praias de Gaia e vamos, pontualmente, vendo caras alegres, cansadas e sorridentes. Existem ainda remisturas de Demitri Vegas e Like Mike, que são apenas próprias para festas EDM, de Rose (adicionada à playlist do Spotify) e Zonderling em que ambas adicionam um feeling bem mais próximo de classic house, fazendo com que estas questões filosóficas se tornem bem mais aprazivéis com um Martini Bianco bem gelado e amigos à nossa volta.
O vídeo, esse, mostra o amor que temos pelo desporto e por aqueles que estão ao nosso lado sempre que algo corre menos bem e que nos fazem, de uma certa forma, encontrar algumas respostas possíveis para esta pergunta. Por isso, 23 anos após a edição da primeira versão, mesmo com outra mistura electrónica e dançável, ainda estamos baralhados com todos os caminhos que esta pergunta nos leva ... Assim, só nos resta percorrer um por um com esta música, em busca de uma (qualquer) conclusão. Podes ouvir, já na playlist do blog!

English / Inglês
What is Love is probably the question that goes through several pages of our books, sometimes in short or long chapters, sometimes very happy or sad ... after all, so many years later, we can still and always (?) question what love is, can't we? From the moments when we fell in love and stole a kiss for the first time in the kindergarten, not knowing very well what those butterflies in the belly meant to the the time,years later, when they join the admiration, the desire of the body, the conception of a relationship (whatever it may be).
In 1993, in the eurodance version by Haddaway we had the chance to ask with some joy but now Lost Frequencies revisits the theme in a much more introspective way, making the single from the album Less is More tuned for little warmer afternoons when we travel, alone, through the several kilometers of the walkways on the beaches of Gaia and we, once in a while, see joyful, tired and smiling faces. There are also remixes of Demitri Vegas and Like Mike, which are just suitable for EDM parties, by Rose (added to the Spotify playlist) and Zonderling in which both add a feeling much closer to classic house, making these philosophical questions become much more enjoyable with a chilled Martini Bianco and friends around us.
The video shows the love we have for sports and those who are by our side whenever something goes wrong and that lead us, in a way, to find some possible answers to this question. So, 23 years after the release of the first version, even with another electronic and danceable mixture, we are still shuffled with all the paths that this question takes us ... So, we only have to go one by one with this song, in search of a(ny) conclusion!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


back to music & Spotify

Subscreve/Subscribe Playlist

Back to Music,Love & Lifestyle on Spotify!


Thank You's

 

Sapo Destaques - 27.04.17

Sapo Destaques - 16.04.17