Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



dreams ... they can come true, sem planos!

by perplex3r, em 29.03.21

Praia da Barrinha de Esmoriz (Foto Original)

(Português/Portuguese)

O início da semana é sempre uma página em branco, um livro pronto para ser escrito ou um caminho pronto para receber as nossas pegadas, por vezes, desalinhadas ou sem sentido. Será por isso que deambular pela vida é, por vezes, tão interessante como seguir em linha recta até a um objectivo?

Gabrielle traz com Dreams (#2 UK Single Charts), uma mensagem de que tudo o que queremos pode acontecer, pode ser trazido até nós, desde que tenhamos a coragem de dizer o que sentimos, mesmo que seja um talvez, uma incerteza. Afinal, é para isso que a esperança existe, encontramos aqueles olhos que nos apaixonam e nos agarram por uma eternidade. Não somos todos iguais, e Find Your Way, o título deste álbum, é uma mensagem que os caminhos se cruzam, se separam e, quem sabe, mais tarde, quando menos esperamos, se voltam a juntar por breves momentos de saudosismo. Assim, a primeira faixa do álbum Going Nowhere foi a primeira pegada na praia .... agora, sem planos, aproveitamos esta mistura de pop e acústica, com uma voz peculiar para deixarmos os planos de lado e vivermos o momento.

Pronto para decidir a tua direcção?

(English/Inglês)

The beginning of the week is always a blank page, a book ready to be written or a path ready to receive our footprints, sometimes misaligned or meaningless. Is that why walking around life is sometimes as interesting as going straight to an objective?

Gabrielle brings with Dreams (# 2 UK Single Charts), a message that everything we want can happen, it can be brought to us, as long as we have the courage to say what we feel, even if it is a maybe, an uncertainty. After all, that's what hope exists for, we find those eyes that we fall in love with and hold us for eternity. We are not all the same, and Find Your Way, the title of this album, is a message that paths do cross with each other, go separate ways and, who knows, later, when we least expect it, they come together again for brief moments of nostalgia. So, the first track on album is Going Nowhere album was the first footprint on the beach .... now, without plans, we took advantage of this mix of pop and acoustic, with a peculiar voice to put aside plans and live the moment.

Ready to decide your direction?

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 20:21

(k7 sounds) ... fitas com história(s)!

by perplex3r, em 12.03.21

K7 Sounds

Português/Portuguese

Lou Ottens (1926-2021), faleceu esta semana. O inventor da cassete é culpado pelo esbanjar de mesadas em fitas cheias de música alegre, triste, com mais ou menos qualidade (se olharmos para essas edições aos olhos de hoje), que serviram para abrilhantar as festas de garagem, as caminhadas com o nosso walkman, as viagens longas até ao Algarve e, mais que isso, levou gerações a perderem horas infindáveis a gravar aquelas MixTapes especialmente concebidas para os nossos amigos. Depois, com todo aquele orgulho visível nos nossos olhos, entregávamos a playlist escrita à mão e, com um grande sorriso, dizíamos: Gravei a pensar em ti!

Anos volvidos, e saudosismos à parte, o Lado A sempre se sobrepôs ao Lado B destas compilações. Todos sabemos que as melhores canções (ou aquelas que gostamos mais) estão logo no início da fita. Talvez por isso, quando construímos uma compilação, a nossa criatividade, bom gosto, esforço e empenho se vão atenuando ao longo da longa fita de 30 minutos ... às vezes queremos apenas preencher aqueles minutos finais só para, imagine-se, não ficarmos com a sensação de que nada fizemos ou dissémos...é para isso que serve o Lado B?

Ainda continuamos a gravar histórias em fitas que se vão partindo, colando e, por vezes, deteorando com o tempo, mas como estamos no melhor dia da semana, não podemos terminar como se estivéssemos com as pilhas Duracell no fim e a nossa festa a terminar...Afinal de contas, podemos sempre fazer rewind e gravar por cima, não é verdade? Uma coisa é certa, não podemos é estar em pause até que aquela música que nos enche o coração passe na rádio para a gravarmos religiosamente ... Levanta-te, escolhe a tua bebida favorita e press play ... hoje vais viajar no tempo a sorrir!
Happy Friday! 

 

English/Inglês

Lou Ottens (1926-2021), passed away this week. The inventor of the cassette is to blame for the waste of pocket money on tapes full of happy or sad music, with more or less quality (if we look at these editions in the eyes of today), which were used to brighten up garage parties, walks with our walkman, long trips to the Algarve and, above that, it led us losing endless hours recording those MixTapes specially for our friends. Then, with all that pride visible in our eyes, we handed out a handwritten playlist and, with a big smile, we said: I recorded this tape thinking about you!

Years later, and nostalgia aside, Side A has always overlapped Side B of these compilations. We all know that the best songs (or the ones we like the most) are right at the beginning of the tape. Maybe that's why, when we build a compilation, our creativity, good taste, effort and commitment are attenuated over the long 30-minute tape ... sometimes we just want to fill those final minutes just to, imagine, not to get the feeling that we didn't do or say anything ... is that what Side B is for?

We still continue to record stories on tapes that break, glue back together and sometimes degrade over time, but as we are on the best day of the week, we cannot end as if we were with the Duracell batteries at the end and our party ending ... After all, we can always rewind and record all over again, right? One thing is for sure, we cannot be on pause until that song that fills our hearts is played on the radio for us to record it religiously ... Get up, choose your favorite drink and press play ... today you will travel back in time smiling!

Happy Friday! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 18:44

Daft Punk

Português/Portuguese

Que as segundas feiras são sempre portadores de dores de cabeça e de desejos de um fim de semana prolongado, já todos sabemos. Agora, ser a uma segunda feira em que temos a notícia de que um dos melhores duos de música electrónica de sempre terminam a sua actividade, na sala após o trabalho, já isso a torna ainda mais insuportável. We aren't Lucky!

Desde os trabalhos de casa (Homework) que a dupla parisiense composta por Guy-Manuel de Homem-ChristoThomas Bangalter  nos entreteu e pôs a cantar em loop Around the World em várias pistas de dança, ainda nos finais dos anos 90. Conseguiram, não só, dar credibilidade à música electrónica, como influenciar com o seu som french house / electrónica e catapultar para os tops inúmeros singles num conjunto de 4 álbums de estúdio e uma banda sonora. Um legado fascinante!

Digital Love torna-se, assim, numa história menos alegre quando sabemos, por toda a internet, que um dos nossos amores musicais, se vão separar. Afinal, também os robots, não acreditam no amor para sempre ... podemos pedir para voltarem One More Time?

English/ Inglês

Mondays are always bearers of headaches and long weekend wishes, and we all know that. Now, being on a Monday when we have the news that one of the best electronic music duos ever finish their activity, in the living-room after work, that already makes it even more unbearable. We aren't Lucky!

Since Homework, the Parisian duo comprised of Guy-Manuel de Homem-Christo and Thomas Bangalter have been entertaining us and made us start singing Around the World in loop on various dancefloors, even in the late 90s. Not only giving credibility to electronic music, but influencing with its french house / electronic sound and catapulting to the tops countless singles in a set of 4 studio albums and a soundtrack. A fascinating legacy!

Digital Love thus becomes a less joyful story when we know, across the internet, that one of our musical lovers, split up. After all, robots, too, do not believe in love forever ... can we ask for a return One More Time?

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 18:43

love the 90s Madrid ... the photos!

by perplex3r, em 17.05.17

I Love the 90s

Ace Of Base

Jenny Berggren - Ace Of Base
Performed live: The Sign, All That She Wants, Beautiful Life

Whigfield

Whigfield
Performed live: Saturday Night, Think Of You

2 Unlimited

2 Unlimited
Performed live: Get Ready For This, Twilight Zone, No Limit

Corona

Olga de Souza - Corona
Performed live: Baby Baby, Try Me Out,The Rhythm of The Night

Tina CousinsTina Cousins
Performed live: Mysterious Times, Forever, Pray

Snap!Snap!
Performed live: Th Power, The Cult Of Snap, Rhythm Is a Dancer

Technotronic
Technotronic
Performed live: This Beat Is Technotronic, Pump Up The Jam, Get Up

Ice Mc
Ice Mc
Performed live: Take Away The Colour, It's a Rainy Day, Think About The Way

Português/Portuguese
E assim se criam memórias revivalistas, nesta pequena amostra. Para mais fotos e videos exclusivos, como prometido, visita a página do Instagram e Facebook e o canal do Youtube com videos das actuações de cada um dos cantores e grupos.

English/Inglês
And this is how you create memories created in this small sample. For more exclusive photos and videos, as promised, visit the Instagram and Facebook pages and the Youtube channel with videos of the performances of each of the singers and groups.

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 11:34

Source: lifemusic.ru

 ...Sometimes, you don't even have the time to realize
what is happening to your life,
that it has already happened...
the world moves too fast...
let's recapture the essence of time.
(Robert Miles)

 

Português/Portuguese
A 9 de Maio de 2017 desaparece em Ibiza Robert Miles, o produtor italo-suiço que revolucionou a música de dança a meio da década de 90 com o seu som dream house, mais tarde, denominado dream trance em que as batidas fortes são acompanhadas por piano. Foi com Children (5 milhões de singles vendidos) que alcançou este feito quando rebentou as charts pelo mundo fora, com um impressionante número 1 em mais de doze países, mais de 13 semanas em número 1 na Eurochart Top 100  e influenciou as produções electrónicas nos anos seguintes.
Para além disso, a história que está por detrás desta sua aventura electrónica, a que levou a criar Children e o álbum Dreamland, que contém Fable e One & One (feat. Maria Nayler), é deveras interessante e torna-o não só num músico especial mas também num deejay  consciente do que se passa(va) na club/rave culture (na época). Devido ao crescente número de mortes aos sábados em que proliferavam cada vez mais discotecas com  excessos de álcool (e não só), a polícia italiana chegou mesmo a indicar estes acontecimentos como um flagelo. É certo que o público saía eufórico, ainda com energia ou com sono e, irresponsavelmente, pegava no volante e conduzia até casa após horas de música repetitiva e eufórica e  Robert Miles pretendeu acalmar os ânimos nos finais dos seus sets, quase como trazer uma sensação de relaxamento e calma após os excessos. É certo que a consciência da importância da vida é de cada um, mas é quase como seguir o lema de que para qualquer problema se todos contribuirmos podemos criar soluções, aliás a medida foi até  aprovada  pelas autoridades italianas.
Após cinco álbums dizemos, então, um até já e um OBRIGADO, por todas as melodias de piano, pela mistura com o jazz, o progressive house e chillout que nos proporcionou tantos momentos únicos nas pistas de dança, nas viagens longas de carro e nas festas ao ar livre. A música faz-nos sonhar e como Miles escreveu um dia, o mundo mexe-se rapidamente e, por isso, talvez devemos todos alcançar os nossos sonhos, lutar por eles e celebrar a vida.
R.I.P. Robert Miles!


English/Inglês
On May 9, 2017 Robert Miles passed away in Ibiza, the Italian-Swiss producer who revolutionized dance music in the mid-90s with his dream house sound, later called dream trance in which the strong beats are accompanied by piano. It was with Children (5 million singles sold) that he achieved this feat when it broke the charts around the world, with an impressive number 1 in more than twelve countries and more than 13 weeks in number 1 in the Eurochart Top 100 and influenced the electronic productions in the years that followed.
In addition, the story behind his electronic adventure, which led to the creation of Children and the album Dreamland, which contains Fable and One & One (feat. Maria Nayler), is very interesting and makes him not only a special musician but also a conscious deejay about what was(is) happening in the club/rave culture (at that time). Due to the growing number of deaths on Saturday nights when more and more discos were being opened with alcoholic excesses (and not only that), the Italian police even indicated these events as a scourge. Certainly the audience left them euphoric, still energetic or sleepy, and irresponsibly took the wheel and drove home after hours of repetitive and euphoric music and Robert Miles intended to calm the moods in the end of his sets, almost like bringing a sensation of relaxation and calm after all the excesses. Certainly the audience left them euphoric, still energetic or sleepy, and irresponsibly took the wheel and drove home after hours of repetitive and euphoric music and Robert Miles intended to calm the moods in the end of his sets, almost like bringing a sensation of relaxation and calm after all the excesses. Certainly the awareness of the importance of life belongs to everyone, but it is almost like following the slogan that for any problem if we all contribute we can create solutions, in fact the measure was even approved by the Italian authorities.
After five albums we then say a see you soon  and a THANK YOU for all the piano melodies, the mix with jazz, progressive house and chillout that has provided us so many unique moments on dance floors, long car trips and outdoor parties. Music makes us dream, and as Miles wrote one day, the world moves quickly and therefore, perhaps, we should all achieve our dreams, fight for them and celebrate life.
R.I.P. Robert Miles!

Autoria e outros dados (tags, etc)

published at 10:26

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


text me