Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



passatempo HISTÓRIAS COM MúSICA

by perplex3r, em 30.04.17

Passatempo - Histórias com Música

Português / Portuguese
Todas os teus momentos podem ser registados, sejam eles mais ou menos alegres, mais ou menos divertidos ou, até mesmo, únicos e inigualáveis. Se já tens a banda sonora para eles on this blog, que tal começares a registar cada um dos momentos, a cada dia que passa? Participa no passatempo. Existem dois cadernos especiais que podes ganhar.
Para isso, clica no link, faz like na página do facebook e, aleatoriamente, no dia 30 de junho, podes receber um deles.
Nota: poderá ser pedido um registo no blogs Portugal, para isso podes entrar com a tua conta de Facebook e, caso exista algum erro, usa a tua conta Google.
Bom domingo!

 

English / Inglês
All occasions of your life can be recorded,the ones that are more or less cheerful, more or less fun or even unique and unequaled. You already have a soundtrack for them on this blog, how about starting to record every moment, each day? Participate in this contest. There are two special notebooks that you can win.
To do this, click on the link, like our page on  facebook and, randomly, on June 30th you can receive one of them
Note: you may be asked to register on Blog Porugal, so you can use your facebook account and, if case of error, use your Google account.
Have a nice Sunday!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

#throwbackthursday au revoir, PARIS?

by perplex3r, em 06.04.17

Palais Garnier, Paris, http://backtobasic.blogs.sapo.pt

One day, we're gonna live in Paris (I promise)
And every night we'll watch the stars 
They'll be out for us

Português/Portuguese
Paris,single editado em 2008 e presente no álbum homónimo (nº21 UK Charts) dos britânicos Friendly Fires conta com os backing vocals das americanas Au Revoir Simone, mas que na remistura de Vito de Luca (Aeroplane) tomam o lugar do vocalista. Ao contrário da história do single com o mesmo nome editado pelos Chainsmokers em 2017, em que Paris é um sentimento pelo qual tivémos que fugir dos nossos pais para lhes mostrarmos aquilo que valemos, neste Paris remisturado por Aeroplane, temos uma viagem por uma cidade electrónica e iluminada numa mistura de disco e 80s synth-pop.
Paris, Londres, Porto ... indiferente ao sítio onde estejamos,procuramos aquele espaço para uma vida a dois. Durante o dia, ou durante a noite polvilhada de luzes que realçam o nosso sorriso, entrámos em edifícios altos, palacetes e palácios que nos mostra a imobiliária que diz ser capaz de transformar a nossa ideia num sonho. Entramos num deles e todo aquele espaço vazio nos envolve, mas sentimos que o nosso mundo não cabe debaixo de um tecto ornamentado.
Então, decidimos  esperar um pouco mais ("hold on a little more") porque sentimos que queremos as estrelas como o limite do nosso mundo, em que tu vens, numa noite quente de primavera, quase sem roupa, para a pequena varanda onde espero por ti com um Casal Garcia bem gelado . É a esta cidade de Paris que esta remistura nos transporta e será esta melodia que nos acompanhará nesse momento.


English / Inglês
Paris, a single released in 2008 and featured in the self-titled album Friendly Fires (No.21 UK Charts), features background vocals from the American band Au Revoir Simone, but on the remix by Vito de Luca (Aeroplane) they take the singer's place. Unlike the story of the single with the same name released by the Chainsmokers in 2017, in which Paris is a feeling for which we run away from our parents to prove our own value, in this Paris remixed by Aeroplane, we have a trip through an electronic and illuminated city in mixture of disco and 80s synth-pop.
Paris, London, Porto ... regardless of where we are, we look for that place for a life of two. During the day, or during a night sprinkled with lights that highlight our smile, we enter tall buildings, small palaces and bigger palaces that the real estate, which says that is capable of transforming our idea into a dream, shows us. We enter one of them and all the empty space surrounds us, but we feel that our world does not fit under a decorated ceiling.
So we decide to "hold on a little more" because we feel that that we want the starts as the edge of our world, where you come to me, on a hot spring night, almost with no clothes, to the small balcony where I am waiting for you with a chilled bottle of Casal Garcia (wine). It is to this city of Paris that this music transports us and it is this melody that will make us company in this moment.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

WHAT IS LOVE ... the eternal question!

by perplex3r, em 05.04.17



Português / Portuguese 
What is Love é, provavelmente, a questão que percorre várias páginas dos nossos livros, às vezes em capítulos pequenos ou extensos, por vezes bem alegres ou tristes ... afinal, tantos anos depois, podemos ainda e sempre (?) questionar o que é o Amor, ou não? Desde os momentos em que nos apaixonámos e roubámos um beijo pela primeira vez no jardim de infância, sem saber muito bem o que eram aquelas borboletas na barriga à altura, bem mais tarde, em que as mesmas se juntam à admiração, ao desejo do corpo, à construção de uma relação (seja ela do tipo que for).
Em 1993, na versão eurodance de Haddaway tivémos a hipótese de perguntar com uma certa alegria mas agora Lost Frequencies revisita o tema de forma bem mais introspectiva, tornando o single do álbum Less is More ajustado para os fins de tarde um pouco mais quentes em que percorremos, sozinhos, os vários quilómetros dos passadiços das praias de Gaia e vamos, pontualmente, vendo caras alegres, cansadas e sorridentes. Existem ainda remisturas de Demitri Vegas e Like Mike, que são apenas próprias para festas EDM, de Rose (adicionada à playlist do Spotify) e Zonderling em que ambas adicionam um feeling bem mais próximo de classic house, fazendo com que estas questões filosóficas se tornem bem mais aprazivéis com um Martini Bianco bem gelado e amigos à nossa volta.
O vídeo, esse, mostra o amor que temos pelo desporto e por aqueles que estão ao nosso lado sempre que algo corre menos bem e que nos fazem, de uma certa forma, encontrar algumas respostas possíveis para esta pergunta. Por isso, 23 anos após a edição da primeira versão, mesmo com outra mistura electrónica e dançável, ainda estamos baralhados com todos os caminhos que esta pergunta nos leva ... Assim, só nos resta percorrer um por um com esta música, em busca de uma (qualquer) conclusão. Podes ouvir, já na playlist do blog!

English / Inglês
What is Love is probably the question that goes through several pages of our books, sometimes in short or long chapters, sometimes very happy or sad ... after all, so many years later, we can still and always (?) question what love is, can't we? From the moments when we fell in love and stole a kiss for the first time in the kindergarten, not knowing very well what those butterflies in the belly meant to the the time,years later, when they join the admiration, the desire of the body, the conception of a relationship (whatever it may be).
In 1993, in the eurodance version by Haddaway we had the chance to ask with some joy but now Lost Frequencies revisits the theme in a much more introspective way, making the single from the album Less is More tuned for little warmer afternoons when we travel, alone, through the several kilometers of the walkways on the beaches of Gaia and we, once in a while, see joyful, tired and smiling faces. There are also remixes of Demitri Vegas and Like Mike, which are just suitable for EDM parties, by Rose (added to the Spotify playlist) and Zonderling in which both add a feeling much closer to classic house, making these philosophical questions become much more enjoyable with a chilled Martini Bianco and friends around us.
The video shows the love we have for sports and those who are by our side whenever something goes wrong and that lead us, in a way, to find some possible answers to this question. So, 23 years after the release of the first version, even with another electronic and danceable mixture, we are still shuffled with all the paths that this question takes us ... So, we only have to go one by one with this song, in search of a(ny) conclusion!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

HOW LONG will u wait 4 luv?

by perplex3r, em 02.04.17

I've been looking for you but every road that I choose, Leaves me further From your side 

Português / Portuguese
Se o mundo está cada vez mais próximo e as redes sociais a isso ajudaram, questionamos o seu papel na construcção das nossas relações. Quantos parágrafos conseguimos escrever sobre aquela fotografia com filtros especiais que usamos como apresentação,ou em aplicações como o Tinder? 
Já falámos sobre as sensações das manhãs (sozinhos ou acompanhados) com In the Morning mas com How Long questionamos a desorientação, o tempo e as formas de superar a perda, enquanto que o video nos mostra um dos caminhos que seguimos, numa panóplia de sites e apps em que buscamos conforto ou, até mesmo, a forma (mais simples?) de podermos (re)encontrar o que perdemos. 
Esta melodia electrónica tem, nada mais, nada menos, que 7 versões que se adaptam a vários momentos do teu dia. A versão original é bem contagiante para as manhãs, enquanto que as remisturas de Grant Nelson (que já remisturou o clássico Fade dos Solu Music) se adequa ao início das noites dos fins de semana, em que por entre cervejas e shots, descortinamos algumas paixões, sejam elas momentâneas ou não. Por último, para a madrugada, temos mixes de ATFC (conhecidos pelo tema Bad Habit com OnePhatDeeva e Lisa Millet) e de Alex Neri com GG Canu, que sobrepõem as batidas house a esta história triste e melâncólica. Talvez sejam estas últimas as mais propícias para um piscar de olho debaixo da bola de espelhos numa pista de dança. 
Em suma, pela voz de Sannie constatamos que a vida, tal como a música, é o espaço onde a letra,os sons e as sensações se misturam. Afinal, o ponto em comum nas remisturas deste single é a versão original, a partir da qual ouvimos uma progressão no groove e no bass. Assim, (re)encontrar alguém no Mundo (electrónico ou não) deve ter como ponto de partida mais ninguém a não seres Tu, único e com o hastag #nofilter, para depois remisturares a tua paixão com os teus únicos e genuínos sons!

 

English/Inglês
If the world is ever closer and the social networks have contributed to this, we question their role in the construction of our relations. How many paragraphs can we write about that photograph with special filters that we use as a presentation, or in applications like Tinder?
We have already talked about morning sensations (alone or with someone) with In the Morning but with How Long we question the disorientation, the time and the ways to overcome the loss, while the video shows us one of the paths that we follow, in a panoply of sites and apps in which we seek comfort or even the (simpler?) way of being able to find (again) what we have lost.
This electronic melody has, nothing more, nothing less, than 7 versions that adapt to various moments of your day. The original version is very contagious for the mornings, while the remixes of Grant Nelson (who already remixed the classic Fade of Solu Music) fit the beginning of the nights of the weekends, in which between beers and shots, we discovered some passions, momentary or not. Finally, towards dawn, we have ATFC mixes (known by the track  Bad Habit with OnePhatDeeva and Lisa Millet) and Alex Neri with GG Canu, which overlap house beats to this sad and melancholic story. Perhaps the latter are the most suitable for a blinking under the mirror ball on a dance floor.
In short, by the voice of Sannie we see that life, like music, is the space where the lyrics, the sounds and the sensations are mixed. After all, the point in common in the remixes of this single is the original version, from which we hear a progression in groove and bass. So, finding (again) someone in the world (electronic or not) should have as a starting point anyone else but You, unique and with the hastag #nofilter, for you to later remix your passion with your unique and genuine sounds!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

is this the sound of fashion?

by perplex3r, em 26.03.17

Sente o teu corpo // Sente a paixão // Fashion!
      (Feel your body // Feel the Passion // Fashion)


Português / Portuguese

Malas, calças, vestidos, casacos, máquinas fotográficas ... uma panóplia de objectos e cores que percorreram as redes sociais nestes últimos dias devido ao Portugal Fashion. Se pelas passereles viram aquela modelo bem gira com o último grito da moda, hoje temos aqui uma banda sonora para finalizar este fim de semana. Este tema, já considerado um clássico, poderia ser bem inserido num #throwbackthursday mas este evento não poderia passar despercebido. Se o Portugal Fashion chama a si todas as atenções do que melhor existe no mundo da moda em terras lusas, podemos também afirmar que em termos musicais nós também lançamos tendências, captamos atenções um pouco por todo esse mundo fora e, para além disso, tudo com grande qualidade e estilo. A prova está em The Sound Of Fashion, um dos três singles dos Delicado, o projecto de Luís Leite e Alex Santos, e que deu muito que falar pelas rádios e discotecas, com os vocais de Kátia B, Cristina Martins e Nicinha. Editado com um total de 5 remisturas, entre o original, em versão mais chillout,e as restantes mais club friendly, ficamos aqui com o Radio Edit da Versão Original para ainda poderes gastar a pouca energia que ainda deves ter neste domingo à tarde (sim, os sábados à noite são demasiado(?) longos)! Por último, só resta questionar, para quando um Portugal Music Week(end)? 

English / Inglês
Bags, trousers, dresses, coats, cameras …… a wide range of objects and colors that run the social networks over the last few days due to the Portugal Fashion shows. If on the catwalks you have seen that beautiful model wearing the latest fashion trends, we have here then the soundtrack to end this weekend. This track, already considered a classic, could have been featured on a #throwbackthursday post but this event could not pass unnoticed. If the Portugal Fashion show attracts all the attention on what is the best in the world of fashion in the country, we can also consider that in musical terms we also launch trends, we attract attentions throughout the world and, in addition, everything with great quality and style. The proof of that is in The Sound Of Fashion, one of the three singles from Delicado, the project of Luís Leite and Alex Santos, which was on heavy rotation on radios and discos, with the vocals of Kátia B, Cristina Martins and Nicinha. Edited with a total of 5 remixes, between the original, a more chillout version, and the others more club friendly, we have here the Radio Edit of the Original version so that you can spend the last bits of energy you might have on a Sunday afternoon (yes, Saturday nights are (too) long)! Finally, there is only one question, for when a Portugal Music Week(end)?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


back to music & Spotify

Subscreve/Subscribe Playlist

Back to Music,Love & Lifestyle on Spotify!


Passatempo


back to music & the web


Thank You's

 

Sapo Destaques - 27.04.17

Sapo Destaques - 16.04.17

 

 





back to music & love

Follow