Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



love and OTHER GIRL(s)

by perplex3r, em 03.05.17

Português / Portuguese
Quando contamos os dias, as horas, as semanas e juntámos tudo e obtemos anos e anos de relações, sabemos que nem todas dão certo. Algumas são apenas pequenos parágrafos de páginas escritas à mão, outras transformam-se em pequenos folhetos de jornal e, para o melhor ou para o pior, algumas são mesmos livros com páginas e páginas de acontecimentos, repletos de lágrimas, de abraços, partilhas e algum egoísmo. Nada é fácil quando acaba, mas essa experiência pode muito bem ser enriquecedora, construir uma nova personalidade e obter o melhor que o outro nos ofereceu mas, acima de tudo, crescer sem nunca deixarmos de sermos nós próprios.
Other Girl de Morgan Page com Rayla retrata o final de uma relação, em que não se é capaz de apostar na sinceridade, de chegarmos ao momento de dizermos "Já não gosto de ti" e não porque não conseguimos (apenas) por cobardia, mas porque, secretamente, escrevemos umas linhas de histórias com outra pessoa. Descobrir isso, dessa forma, leva a frases como "não és quem eu pensava", e talvez não fosse mesmo, já que o outro tem, desde o dia um, ser ele próprio e nós nunca devemos (embora seja difícil) criar imagens ao nosso gosto. No final das contas, a fase de construir castelos e de príncipes e princesas já deveria ter terminado há muito.
Assim, mais até do que triste, Other Girl torna-se uma experiência positiva,uma break up song em que nos faz abrir os olhos, libertar de tudo o que não seja positivo e viver a vida com um alegre sorriso invejável. Tu não és mais nem menos que a outra rapariga, és apenas tu e, simplesmente, não irias a lado nenhum se continuasses nessa histórica, tornavas-te numa personagem de uma telenovela, sempre às voltas. Por isso, o melhor é mesmo apostar em ouvir em versão extended do tema, usufruir dos vocais da bela Rayla e a produção deste produtor que já ganhou dois grammies e já remisturou Katy Perry e The Temper Trap, por exemplo.

English/Inglês
When we count the days, the hours, the weeks and gather everything and we get years and the years of relationships. Some are just small paragraphs of handwritten pages, others turn into little newspaper pamphlets, and for better or for worse, some are books with pages and pages of events, full of tears, of hugs, some selfishness. Nothing is easy when it is over, but this experience may well be enriching, building a new personality and getting the best the other has offered us, but above all, growing up without ever ceasing to be ourselves.
Other Girl by Morgan Page with Rayla portrays the end of a relationship, in which one is not able to bet on sincerity, to come to the moment of saying "I do not love you anymore" and not because we can not say (just) due to cowardice, but because, secretly, we have started writing lines of stories with another person. To discover this, in this way, we come up with sentences like "you are not what I thought you were", and maybe he/she wasn’t, since the other has to be himself, since day one, and we should not (even though it is difficult) imagine things as we want them to be. In the end, the time building castles and princes and princesses should already be gone.
So, more than being a sad song, Other Girl becomes a positive experience, a breakup song which opens our eyes, free us from everything that is not positive and makes us live a life with a cheerful smile. You are not more or less than the other girl, you are just you and, simply, you wouldn’t go anywhere if you would continue to be in this story, you would become a character on a long soap opera.  Therefore it is the best to love the extended version of the song, enjoy the vocals of the beautiful Rayla and the production of this producer who has already won two grammies and has already remixed Katy Perry and The Temper Trap, for example.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

IN THIS GAME of love!

by perplex3r, em 17.04.17

Source: nature-one.dePortuguês / Portuguese
Neste jogo que é a vida, seja ela sozinhos, com alguém que amamos, não apenas por paixão, mas também em relações de amizade, achamos que apostamos em pessoas, que apostamos o que podemos ser e, muitas vezes, tal como num jogo the slot machines, apostamos pouco com a esperança de sairmos a ganhar milhões. Afinal, há um certo nervosismo miudínho que nos faz acreditar nessa probabilidade.
Foi exatamente isto que aconteceu ao alemão Fritzt Kalkbrenner, conseguiu um feito único, juntamente com os seu irmão Paul Kalkbrener. Ambos tiveram o seu primeiro breakthrough com o tema incluído no filme Berlin Calling denominado Sky & Sand (incluída na Playlist do Blog) que esteve 129 semanas dentro da German singles charts.Tal como em todos os caminhos que temos que seguir no nosso dia a dia,  após esse sucesso, ambos seguiram direcções artísticas diferentes, embora ambos dentro do género electrónico.
Fritz, tem vindo a proporcionar umas tantas alegrias electrónicas desde o seu primeiro álbum Here Today Gone Tomorrow (2010), oferecendo melodias mais quentes, com alma e repletas de batidas electro q.b. Em 2016 editou Grand Départ e cujo single In This Game, nos faz questionar até que ponto somos capazes de mudar o que somos neste jogo que pode ser uma relação a dois. Por vezes, nos altos e baixos de relações saturadas a frase Desire to find a chance to change who we’ve become é mais que perfeita, mas apenas desejar não chega, e todos nós sabemos isso. É aqui que entra o refrão, que resume qualquer jogador, que ganha, perde, roda e sangra, que mais não é que dizer-nos que todo o sucesso só depende do que pretendes atingir ou, se não te queres magoar, não precisas de jogar (mas também não irás ganhar nada!).
Este é, então, o tema para a página de segunda-feira, oriundo das terras frias da Alemanha, mas que se vai enquadrar nos teus dias de sol, quentes e apaixonantes. 


English / Inglês
In this game that is life, with someone we love, not only for passion, but also in relationships of friendship, we think that we bet on people, that we bet what we are, often, like in a slot machines game, we bet little, hopping that we will make millions. After all, there is a certain nervousness that makes us believe in this probability.
That is exactly what happened to Fritzt Kalkbrenner, achieved a unique feat, along with his brother Paul Kalkbrener. Both had their first breakthrough with the song included in the Berlin Calling film called Sky & Sand (included in the Blog Playlist) which was 129 weeks within the Germany singles charts. As all the paths we have to follow daily, after this success, the two followed different artistic directions, both within the electronic genre.
Fritz has been offering some electronic joys since his first album Here Today Gone Tomorrow (2010), providing warmer, soulful melodies and full of electro beats, from which the single In this Game questions us on which extent are we ready to change who we are in this game that a relationship is. Sometimes in the ups and downs of saturated relationships the sentence Desire to find a chance to change who we’ve become is more than perfect, but wishing is not enough and we all know that. This is where the refrain comes in, which picks up any player who wins, loses, runs and bleeds, which is not more than telling us that success depends on what you want to achieve, you do not need to play (but you will not win either anything!).
This is then the theme for Monday's page, coming from the cold lands of Germany, but that is going to fit in your hot, sunny and captivating days.

Autoria e outros dados (tags, etc)

friday ... fallin' in love at 4AM

by perplex3r, em 07.04.17

Torre dos Clérigos, Porto, Portugal http://backtobasic.blogs.sapo.pt

Sleepless gliding
Over the city lights.
Watch us flying
Over the streets tonight.

Português / Portuguese
Na noite escura de sexta-feira, enquanto um copo de mojito ainda está a meio, sente-se a primavera no ar e estamos, os dois, numa varanda na Baixa. Ali, naquele pequeno espaço,  sentimos quase como se estivessemos a sobrevoar as árvores e as pessoas que percorrem, atarefadas, a rua em busca de uma bebida ou dos seus sonhos. Temos as luzes da cidade e a Torre dos Clérigos como o cenário perfeito para eu te observar e ouvir, sem te interromper, hipnotizado pelas tuas palavras e a música de fundo, em volume baixo, é quase como uma banda sonora  a acompanhar as histórias do teu filme.
4AM é o marco desta noite! A versão acústica é bastante sentimental, enquanto que a remistura de Adam K & Soha adiciona à voz doce de Becky Williams as batidas necessárias e constantes de deep house, que podem muito bem abrir uma pista de dança 3 horas mais cedo. Por isso, preferimos a mescla de melodias, cheia de altos e baixos, que a versão ao vivo nos oferece. É isso que Late Night Alumni e Kaskade nos trazem. Desde 2005, com o álbum Empty Streets, até ao presente dia, nos oferecem canções que incorporam instrumentos reais, house music e soft trance com histórias simples mas repletas de sentimento.  Assim, são a prova viva que a música de dança é bem mais do que simples trechos de batidas fortes e que nos pode fazer pensar e sonhar.
Por isso, no domingo de manhã, quando a cidade ainda dorme e percorremos a rua estreita que nos leva até casa, fumamos o nosso último cigarro sem nada dizer. Não é preciso, ambos sabemos que a primeira linha do nosso livro a dois foi escrita há duas noites atrás, quando mordemos os lábios um do outro, às 4 da manhã.

 

English /Inglês 
In the dark Friday night, while a glass of mojito is still halfway full, spring is in the air and we are both Downtown on a balcony. There, in that little space, we feel almost as if we are flying over the trees and the people who walk, busy, on the street in search of a drink or their dreams. We have the city lights and the Clérigos Tower as the perfect setting for me to observe and listen, without interrupting you, mesmerized by your words and the background music, at low volume, is almost like a soundtrack accompanying the stories of the your movie.
4AM is the milestone of this evening! The acoustic version is quite sentimental, while the remix of Adam K & Soha adds to the sweet voice of Becky Williams the necessary and steady beats of deep house, which may well open a dance floor 3 hours earlier. So we prefer the mix of melodies, full of ups and downs that the live version offers. That's what Late Night Alumni and Kaskade bring us. Since 2005, with the album Empty Streets, to today, they offer us songs that incorporate real instruments, house music and soft trance with simple yet sentimental stories. Thus, this is the living proof that dance music is much more than simple stretches of hard beat and it can make us think and dream.So on Sunday morning, when the city is still asleep and we walk down the narrow street that leads us home, we smoke our last cigarette without saying anything. No need, we both know that the first line of our book was written two nights ago when we bit each other's lips at 4 AM. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

HOW LONG will u wait 4 luv?

by perplex3r, em 02.04.17

I've been looking for you but every road that I choose, Leaves me further From your side 

Português / Portuguese
Se o mundo está cada vez mais próximo e as redes sociais a isso ajudaram, questionamos o seu papel na construcção das nossas relações. Quantos parágrafos conseguimos escrever sobre aquela fotografia com filtros especiais que usamos como apresentação,ou em aplicações como o Tinder? 
Já falámos sobre as sensações das manhãs (sozinhos ou acompanhados) com In the Morning mas com How Long questionamos a desorientação, o tempo e as formas de superar a perda, enquanto que o video nos mostra um dos caminhos que seguimos, numa panóplia de sites e apps em que buscamos conforto ou, até mesmo, a forma (mais simples?) de podermos (re)encontrar o que perdemos. 
Esta melodia electrónica tem, nada mais, nada menos, que 7 versões que se adaptam a vários momentos do teu dia. A versão original é bem contagiante para as manhãs, enquanto que as remisturas de Grant Nelson (que já remisturou o clássico Fade dos Solu Music) se adequa ao início das noites dos fins de semana, em que por entre cervejas e shots, descortinamos algumas paixões, sejam elas momentâneas ou não. Por último, para a madrugada, temos mixes de ATFC (conhecidos pelo tema Bad Habit com OnePhatDeeva e Lisa Millet) e de Alex Neri com GG Canu, que sobrepõem as batidas house a esta história triste e melâncólica. Talvez sejam estas últimas as mais propícias para um piscar de olho debaixo da bola de espelhos numa pista de dança. 
Em suma, pela voz de Sannie constatamos que a vida, tal como a música, é o espaço onde a letra,os sons e as sensações se misturam. Afinal, o ponto em comum nas remisturas deste single é a versão original, a partir da qual ouvimos uma progressão no groove e no bass. Assim, (re)encontrar alguém no Mundo (electrónico ou não) deve ter como ponto de partida mais ninguém a não seres Tu, único e com o hastag #nofilter, para depois remisturares a tua paixão com os teus únicos e genuínos sons!

 

English/Inglês
If the world is ever closer and the social networks have contributed to this, we question their role in the construction of our relations. How many paragraphs can we write about that photograph with special filters that we use as a presentation, or in applications like Tinder?
We have already talked about morning sensations (alone or with someone) with In the Morning but with How Long we question the disorientation, the time and the ways to overcome the loss, while the video shows us one of the paths that we follow, in a panoply of sites and apps in which we seek comfort or even the (simpler?) way of being able to find (again) what we have lost.
This electronic melody has, nothing more, nothing less, than 7 versions that adapt to various moments of your day. The original version is very contagious for the mornings, while the remixes of Grant Nelson (who already remixed the classic Fade of Solu Music) fit the beginning of the nights of the weekends, in which between beers and shots, we discovered some passions, momentary or not. Finally, towards dawn, we have ATFC mixes (known by the track  Bad Habit with OnePhatDeeva and Lisa Millet) and Alex Neri with GG Canu, which overlap house beats to this sad and melancholic story. Perhaps the latter are the most suitable for a blinking under the mirror ball on a dance floor.
In short, by the voice of Sannie we see that life, like music, is the space where the lyrics, the sounds and the sensations are mixed. After all, the point in common in the remixes of this single is the original version, from which we hear a progression in groove and bass. So, finding (again) someone in the world (electronic or not) should have as a starting point anyone else but You, unique and with the hastag #nofilter, for you to later remix your passion with your unique and genuine sounds!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

#inthemorning with Sannie

by perplex3r, em 20.11.16

whigfield.jpgEnglish / Inglês

Today´s to-do list:

07:03 Turn the Radio On

(Early) In the Morning one may not feel the prettiest person in the whole world, but it is when our day starts and all our dreams may come to live under the beautiful sun. Already waking up with some cold and rainy mornings, this song takes us back to those hot summer days when an early mojito or a mimosa are never wrong. 

07:14 Having breakfast and Reading the News
This is the second single from  the latest project by Whigfield´s front lady Sannie following the previous Armada Deep release How Long (which includes remixes by Grant Nelson) proving  her her writing and production skills. What to expect from this? A deep house production with lyrics in a loop to which the saxophone provides that reminiscent feeling of how summer, sunny days and summer romance are the only important things to live for.

07:32 Drive to work
One may feel a little bit depressed with traffic jams, gray days and stressfull jobs. 
If the original release takes us back, the remix EP prepares ourselves for the next weekend! Low Steppa's remixes, while keeping the best of the original, provide the perfect soundtrack for your Friday Nighout adding harder deep house beats - pay attention to the amazing turbo Dub Version that will keep you awake at 6.30 in the club. If you are just a person that leaves the club even before the party has started, the François Remix  by François provide the perfect mixture of 90's synthesizers and piano riffs, while you sing-a-long and drink your second glass of vodka.

18:32 Buy the single
18.34 Just a thought: aren't the mornings that time of day when we either get home from a fantastic night out wearing sunglasses or just leave the house wearing them just to find a purpose for our day(s)? Mornings may be difficult, but finally they now have an amazing soundtrack!

 

Português / Portuguese
Lista para Hoje

07:03 Ligar o Rádio

(Early) In the morning podemos não nos sentir a pessoa mais bonita do mundo, mas é quando o nosso dia começa e todos os nossos sonhos se podem tornar realidade sob um bonito sol. Já acordando com algumas manhãs frias e chuvosas, esta música leva-nos de volta para os dias de verão quando um mojito ou uma mimosa bem cedo nunca são demais. Lista para Hoje

07:14 Tomar o Pequeno-Almoço e ler as notícias
Este é o segundo single do mais recente projecto da vocalista Whigfield, Sannie seguindo a anterior edição pela Armada Deep do single How Long (que inclui remisturas de Grant Nelson) provando as suas competências como compositora e letrista. O que esperar? Uma produção deep house com letras em loop às quais o saxofone providencia aquele sentimento reminiscente de como o verão, dias cheios de sol e amor(es) de verão são as coisas mais importantes para viver.

07:32 Conduzir para o trabalho
Podemos nos sentir um pouco deprimidos com trânsito, dias cinzentos e trabalhos stressantes.
Se a edição original nos leva para trás, o EP de remisturas prepara-nos para o próximo fim-de-semana. Os remixes the Low Steppa, enquanto mantêm o melhor do original, proporcionam aquela banda sonora perfeita para aquela Saída de Sexta adicionando batidas deep house mais fortes - presta atenção à fantástica Dub Version que te vai manter acordado às 6.30 na discoteca. Se és daqueles que saiem da disco antes da festa ter começado, o François Remix por François dá aquela perfeita mistura de sintetizadores dos anos 90 e riffs de piano, enquanto cantas e bebes o teu segundo copo de vodka.

18:32 Comprar o single
18.34 Um pensamento:  não são as manhãs aquela altura do dia em que voltamos a casa após aquela fantástica saída nocturna a usar os óculos de sol ou a deixamos para encontrarmos um propósito para os nossos dias? As manhãs podem ser difíceis, mas finalmente agora têm uma banda sonora fantástica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

note

(Português)
Devido à nova imagem do blog, todos os posts anteriores a 2017 podem surgir com formatação diferente. Um novo ano, uma nova vida, nova música, nova imagem!

(English)
Due to the new image, all posts prior to 2017 may come up with a different format. A new year, a new life, new music and new image!



@bout me

foto do autor


back to music & Spotify

Subscreve/Subscribe Playlist

Back to Music,Love & Lifestyle on Spotify!


Passatempo


back to music & the web


Thank You's

 

Sapo Destaques - 27.04.17

Sapo Destaques - 16.04.17

 

 





back to music & love

Follow